América vence Boa Esporte e enfrenta Cruzeiro na semifinal do Mineiro

Leandro Couri/EM/D.A Press
Após a vitória cruzeirense sobre o Patrocinense na tarde deste sábado definir o primeiro semifinalista do Campeonato Mineiro, o América-MG recebeu o Boa Esporte e será o adversário do Cruzeiro na disputa pela final. O Coelho foi melhor durante toda a partida, mas a falta de pontaria e a grande atuação do goleiro Fabrício mantiveram o placar em somente 1 a 0.

Apesar da derrota, o Boa Esporte teve bons momentos, principalmente com William Barbio. O atacante, contratado na última quarta-feira, levou perigo ao gol de João Ricardo algumas vezes. O goleiro Fabrício também foi importante, segurando o ataque americano. Já o América também contou com boa atuação de seu goleiro e de seu ataque, que perdeu algumas chances de ampliar a vantagem.

O jogo — A partida começou movimentada, com ambas as equipes tentando sair na frente. Aos 14 minutos, uma falha da defesa do América quase resultou em gol do Boa. A zaga não se entendeu e deixou William Barbio roubar a bola. O atacante invadiu a área, mas Rafael Lima conseguiu evitar o primeiro gol do jogo.

Pouco depois, aos 18 minutos, foi o América que perdeu ótima chance de abrir o placar. Após cruzamento de Aylon pela direita, Rafael Moura e Serginho, livres, se esticaram para concluir. No entanto, o primeiro desviou fraco demais, mas tirou do segundo, que não conseguiu finalizar para o gol.

Logo em seguida, Serginho novamente tentou abrir o placar, desta vez com jogada plástica. Após cruzamento de Norberto, Rafael Moura tentou uma bicicleta, mas não pegou em cheio na bola, que sobrou para o meia, que tentou também de bicicleta, mas não acertou a meta.

Aos 31 minutos, novamente William Barbio levou perigo ao gol de João Ricardo. O atacante recebeu na entrada da área pela esquerda e chutou cruzado, mas muito alto. O América também levou perigo antes do intervalo com Norberto, que aos 40 minutos exigiu defesa de Fabrício.

Os donos da casa voltaram do vestiário buscando a vitória com mais intensidade. Logo aos sete minutos, Marquinhos chutou de fora da área e a bola passou rente à trave. Pouco depois, aos dez minutos, o mesmo Marquinhos tentou encobrir o goleiro Fabrício, mas encobriu também o gol.

A terceira chance clara de gol, aos 20 minutos, não seria desperdiçada. Em contra-ataque rápido, Serginho fez boa jogada e lançou Rafael Moura. O camisa 9 carregou a bola até a entrada da área, onde tirou do goleiro com categoria para tirar o zero do placar.

Em desvantagem, o Boa Esporte respondeu aos 23 minutos, mas parou na grande defesa de João Ricardo. O goleiro do Coelho afastou cruzamento, mas jogou a bola no pé de Amaral. O volante chutou em seguida, mas o arqueiro demonstrou reflexo para manter sua equipe em vantagem.

A partida continuou equilibrada com o 1 a 0 no placar, mas os donos da casa continuaram melhor. Nos últimos minutos, Giovanni, Rafael Moura e Luan tiveram a chance de ampliar a vantagem, mas pararam em Fabrício. Mas o gol não fez falta e o América saiu de campo com a vitória e a vaga na semifinal.

Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.