Criciúma bate JEC, finda jejum e celebra terceira vitória seguida

 (Foto: JEC/Twitter)
O Criciúma comemorou a sua terceira vitória consecutiva durante a noite desta quinta-feira. Jogando na Arena Joinville, o Tigre bateu o time da casa por 1 a 0, com gol do atacante Zé Carlos, em duelo válido pela 17ª e penúltima rodada da fase inicial do Campeonato Catarinense.

Com o resultado, o Criciúma findou um jejum de quase 11 anos, uma vez que sua última vitória no estádio do Joinville havia ocorrido em 2007 – foram disputados 16 clássicos desde então.

Em termos de classificação, no entanto, o resultado não mudou a situação de nenhuma das equipes. O Criciúma segue no sexto lugar, agora com 23 pontos, um a menos que o Joinville, que permanece na terceira posição. Ambos os times, portanto, não têm mais aspirações no torneio, de modo que Chapecoense e Figueirense já se garantiram na grande final.

Comandado por Argel Fucks, o Criciúma não perde há cinco rodadas e encerrará sua participação no Estadual diante do Hercílio Luz, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Heriberto Hulse. No mesmo dia e horário, o JEC visitará o Tubarão.

O Jogo – O Joinville começou pressionando e quase abriu o placar aos 14 minutos, quando o meia Madson recebeu na meia-lua, deu um chapéu no zagueiro e, sem deixar a bola tocar no chão, bateu cruzado, de esquerda, acertando a trave do goleiro Vinicius.

O Criciúma não demorou a responder. Após falta cobrada por Elvis, o atacante Zé Carlos subiu livre na pequena área e cabeceou forte no chão, exigindo grande defesa do goleiro Emerson, que nada pôde fazer pouco depois.

Aos 37 minutos, após contra-ataque puxado pelo zagueiro Fábio Ferreira, João Paulo cruzou para Zé Carlos, que testou à queima-roupa no goleiro Emerson. No rebote, o atacante completou de cabeça e colocou o Tigre em vantagem.

O Joinville voltou melhor e por pouco não empatou no começo da etapa complementar. Aos 16 minutos, Madson passou por dois marcadores na esquerda e invadiu a área. Na saída de Vinicius, tocou por cima do goleiro, mas o lateral Marlon tirou a bola quase em cima da linha.

Nos minutos finais, o Criciúma ainda desperdiçou uma grande chance de ampliar a sua vantagem no marcador. Aos 41, o atacante Lucas Coelho saiu livre na cara do goleiro Emerson, que salvou com os pés. Nos acréscimos, o Joinville esboçou uma pressão, mas não conseguiu transpor o bloqueio dos visitantes.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.