Kevin Durant justifica expulsão com vontade de vencer

 (Foto: Noah Graham/AFP)
Foram seis jogos longe das quadras defendendo o Golden State Warriors. Em seu retorno após recuperação de lesão nas costelas, na última quinta-feira, na derrota contra o Milwaukee Bucks, Kevin Durant foi expulso depois de reclamar uma falta com a arbitragem. Justificando o feito, o atleta afirmou que precisa controlar o fogo e que tudo isso é consequência de uma grande “vontade de vencer”.

Em entrevista à norte-americana ESPN, após o treinamento desta sexta-feira, o atual campeão da NBA destacou sua emoção e paixão pelo jogo. “Depois de vencer o campeonato, eu aprendi que muita coisa não mudou. Pensei que isso ia completar um certo vazio, mas não preencheu”, destacou o MVP da última final do campeonato. “Então, percebi que o que realmente importa é o quanto de trabalho que você coloca aqui dentro”.

O ala dos Warriors ainda elogiou o trabalho em equipe e ressaltou que quer sentir a emoção de ser campeão da NBA outra vez. “Meu amor e paixão pelo jogo [floresceram] porque eu entendo que isso é o que realmente importa, mas eu sei que tenho que manter meu fogo sob controle, e eu vou”, destacou.

Antes da atual temporada, Durant foi expulso apenas uma vez, em quase dez anos na Liga. Agora, acumula outras cinco saídas forçadas. Desta vez, a expulsão veio depois de somar duas faltas às onze conquistadas anteriormente, quando fez gestos obscenos ao árbitro. “Eu mereci essa expulsão. Ele fez a coisa certa”, destacou.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.