Náutico só receberá 50% das cotas da Copa do Brasil por conta de dívidas e taxas

Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press
O Náutico tem tido boas notícias, dentro e fora de campo, quando o assunto é a Copa do Brasil. Por conta das três classificações até agora, o Timbu já acumulou R$ 4,3 mi de premiação, porém, boa parte desse dinheiro ainda está longe da conta alvirrubra. Na prática, o clube só terá direito a receber cerca de 50% desse valor. O resto, por conta de dívidas trabalhistas e de outras taxas, precisa ser deduzido do montante.

"As contas do Náutico estão bloqueadas e, por isso, a gente fica com uma parte só disso. Esse valor é depositado diretamente na 12ª Vara do Trabalho, e a Justiça fica com um percentual (cerca de 40%). Além disso, ainda temos que tirar 5% de INSS, 5% de direito de arena (sindicato dos atletas) e 6% da Federação Pernambucana de Futebol", disse o presidente do Náutico, Edno Melo, ao GloboEsporte.com.

Até agora, o Náutico já tem direito a quatro cotas diferentes. São R$ 500 mil pela participação, R$ 600 mil pela passagem contra o Cordino-MA, R$ 1,4 mi por ter eliminado o Fluminense de Feira-BA e, por último, R$ 1,8 mi pela classificação contra o Cuiabá-MT.

Edno revela, no entanto, que boa parte desse valor ainda não foi depositado para o Timbu.

"De todas essas cotas, só recebemos a primeira, de R$ 500 mil, mas já com esses descontos. Estamos atrás dos outros pagamentos para agilizar nossas situações".
Tecnologia do Blogger.