Oeste bate São Bernardo e sai em vantagem por vaga na elite

(Foto: Facebook/Oeste FC)
Nesta sexta-feira, Oeste e São Bernardo abriam a semifinal do Campeonato Paulista A2, na Arena Barueri. Melhor para os donos da casa, que venceram por 2 a 1, gols marcados por Pedrinho e Bruno Lopes, aos 25 e 25 minutos do primeiro tempo. O Bernô reagiu no segundo tempo, pressionou e descontou com Francismar de pênalti, gol importante, que recolocou o time no jogo e na disputa do confronto.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo às 20h00 (horário de Brasília). O Rubrão joga por um empate para voltar à elite do Paulistão. Se vencer por 1 a 0, o time do ABC Paulista levará a decisão para os pênaltis.

O jogo – Os donos da casa tentaram aproveitar o mando de campo para apertarem no início. Os primeiros 10 minutos foram de bom controle da posse de bola, mas sem nenhuma chance de gol.

O Bernô se fechava muito bem, com forte marcação, e impedia as chegadas da equipe de Barueri, que pouco pressionava. Entretanto, aos 24 minutos, a defesa cortou mal o rebote em escanteio, Marcinho finalizou, o goleiro Daniel deu rebote, e Pedrinho não perdoou, abrindo o placar.

Na sequência, o sistema defensivo do time do ABC Paulista foi mal mais uma vez, e após bate-rebate, Bruno Lopes bateu colocado, acertando um belo chute, deixando 2 a 0 no marcador em menos de meia hora. Atordoado, o São Bernardo se viu obrigado a mudar a estratégia, mas seguia sem criar grandes oportunidades de gol ao longo do primeiro tempo. O Oeste, por sua vez, optou por se fechar e dar a bola para o adversário.

Na volta para o intervalo, o Rubrão continuava com a estratégia de segurar o bom placar construído até o momento. Mas, os visitantes chegaram aos dois minutos, William Lira teve chance clara, na marca do pênalti, mas pegou mal na bola, isolou e perdeu a oportunidade de diminuir o placar. Alvinho foi outro que desperdiçou boa chegada.

No geral, os mandantes conseguiam controlar bem as ações, e arrastavam o segundo tempo, deixando a equipe visitante longe do gol e de pressionar. Aos 30, Alvinho teve a chance, mas parou no travessão. Cinco minutos depois, Francismar em cobrança de pênalti colocou o Bernô no jogo. A equipe cresceu depois do gol, seguia pressionando, mas não conseguiu o empate. No final, houve uma confusão entre os jogadores, que estavam mais preocupados em discutir do que jogar, Careca e o goleiro Daniel, do São Bernardo acabaram expulsos e a partida acabou em 2 a 1.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.