Pedindo alerta ligado em semifinal, Guto Ferreira confirma aue Allione e Régis estão vetados

Bahia enfrenta o Juazeirense neste sábado (17), pela semifinal do Campeonato Baiano

Foto:Felipe Oliveira/EC Bahia
Na manhã desta sexta-feira (16), o técnico Guto Ferreira concedeu entrevista coletiva no Fazendão. O treinador confirmou que o Bahia terá os desfalques dos meias Allione e Régis para o jogo deste sábado (17), contra o Juazeirense, pela semifinal do Campeonato Baiano. Allione sofreu um trauma no joelho na partida contra o Náutico, enquanto Régis ainda se recupera de lesão muscular.

Guto Ferreira também falou sobre o gramado do estádio Adauto Moraes, que foi alvo de críticas do Bahia na partida da primeira fase do Campeonato Baiano, quando o Tricolor sentiu dificuldades pra vencer o Juazeirense de virada por 2 a 1. Mas, para o treinador, o campo não é o único adversário da equipe. Alertando para as qualidades do Juazeirense, Guto falou sobre os perigos do adversário:
"Um time bastante adaptado ao campo deles. É um campo difícil de se jogar. É um gramado alto, irregular, que desgasta bastante. O que surpreendeu foi que eles também não aguentaram jogar o tempo todo. Tiveram dificuldade com câimbra, não tiveram dificuldade com lesão. É um risco. Agora, falar só do gramado é uma situação que fica muito pobre. Existe a qualidade da equipe deles, existe a adaptação a essa situação, o momento deles. Em cima de tudo isso a gente foi, montou uma estratégia, conseguimos vencer. Hoje temos em mente uma realidade muito maior do que eles são capazes. Temos que ir com o alerta ligado e procurar fazer um grande jogo.

Com o gramado ruim, o Bahia deverá utilizar mais a bola aérea na partida deste sábado. Os cruzamentos e lances de bola parada vêm sendo decisivos para o Tricolor nas últimas partidas. Guto Ferreira admitiu que deverá usar esta arma na partida em Juazeiro:
"É uma situação que é o que o piso permite. Não é uma questão de ser prioridade ou não. O jogo no chão, você não consegue dar velocidade. Você pode esperar uma bola no pé, embaixo, e ela vir no teu peito. Tudo pode acontecer. Ouvi um comentário do narrador “O Bahia está jogado com muita ligação direta”. É adaptação à condição do gramado. Você não treina ali. Se você treina, você busca outras situações.

Confira o que Guto Ferreira falou em entrevista coletiva
Margem de erro
– Jogo de 180 minutos, em duas fases, com intervalo de uma semana. Só que na semana você tem outro tipo de compromisso. Cabe fazer um grande jogo no primeiro compromisso.

Fases decisivas
– Na Copa do Nordeste a gente não pode mais errar. E esse (semifinal do Baiano) também não podemos errar. Depois vem a outra semifinal, a decisiva da copa do nordeste. Tudo isso, o foco tem que estar muito centrado e o desempenho tem que subir

Título estadual
– Eu quero ganhar todos sempre. É uma situação que a gente busca sim, mas o que passou do ano passado não é o que me motiva. O que me motiva é oi trabalho presente, o crescimento desse grupo. A minha carreira é perseguir resultados. Até porque, se você não trabalhar dessa maneira, você não se efetiva na profissão. De 2012 pra cá, só em 2014 eu acho que não tive um título, mas tive o vice brasileiro da Série B com a Ponte Preta. Todo ano tem um resultado marcando de forma expressiva.
Tecnologia do Blogger.