Rio supera Minas e disputa 14ª final consecutiva da Superliga

(Foto: Alaor Filho/Sesc RJ)
Após vencer os dois primeiros jogos na série de melhor de cinco, o Rio de Janeiro precisava de apenas mais uma vitória para disputar sua 14ª decisão consecutiva da Superliga Feminina de Vôlei. E foi exatamente o que aconteceu. O time de Bernardinho bateu o Minas por 3 sets a 1, com parciais de 25/11, 21/25, 25/18 e 25/18 e, diante de sua torcida, que lotou a Arena Olímpica na tarde deste sábado, garantiu a vaga na grande final da competição.

Agora, a equipe carioca espera o vencedor da outra semifinal disputada entre Praia Clube e Osasco, sendo que o Praia leva vantagem por 2 a 1 e pode garantir a vaga na final já nesta segunda-feira, quando acontece o quarto jogo da série de melhor de cinco.

O primeiro set foi um verdadeiro atropelo do time da casa. As cariocas começaram dominando o jogo e sufocando as adversárias, graças a muitos erros do Minas. A equipe visitante mal entrou em quadra e viu o time de Bernardinho fechar a parcial com 14 de pontos de vantagem, com placar de 25 a 11, e largar na frente.

No início do segundo set, Rosamaria, pressionada o jogo todo pela torcida adversária, chamou a responsabilidade para si e marcou quatro dos seis primeiros pontos do Minas. As visitantes voltaram bem melhor em relação à outra parcial, deixando o set bastante equilibrado para loucura de Bernardinho.

A liderança no marcador passou a ser alternada entre os dois times, até que, com erros do Rio, o Minas abriu quatro pontos para fechar o set e deixar tudo igual na casa das rivais.

O Rio voltou para o terceiro set cometendo muitos erros, enquanto o Minas havia se recuperado de vez e parecia outro time em relação ao que começou a partida. No entanto, depois de começar forte na parcial, a equipe visitante baixou um pouco de produção e viu o Rio construir uma ligeira vantagem no marcador.

O Minas até aproveitou os contra-ataques e chegou a diminuir a diferença, mas já era tarde. No set point, o técnico visitante até pediu desafio, mas a bola pegou no bloqueio do Minas e o ponto foi para o Rio, que fechou a parcial em 25 a 18, voltando a ter a vantagem no placar geral.

No quarto set, o Minas não conseguiu repetir início forte e viu o Rio abrir 5 pontos de vantagem. A equipe visitante passou a errar muito e não tardou para as anfitriãs abrirem 12 a 3, para delírio da torcida. Ao som de “eliminado”, o Rio apenas administrou a vantagem e até viu o Minas diminuir a diferença, mas chegou ao match point e não desperdiçou. Com ponto de Drussyla no bloqueio, o Rio garantiu a vaga na grande final.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.