Alonso aposta em estratégia de pneus para pontuar na China

(Foto: Greg Baker/AFP)
O espanhol Fernando Alonso marcou o tempo de 1min33s232 no treino classificatório e largará apenas do 13º lugar no Grande Prêmio da China de Fórmula 1. Para continuar pontuando no Mundial deste ano, o piloto da McLaren aposta em uma estratégia de menos paradas para troca de pneus.

Como não foi ao Q3 da qualificação, Alonso terá o direito de escolher o tipo de composto com o qual largará e ainda poderá usar pneus totalmente novos. A tendência, portanto, é que ele inicie a prova com pneus macios, em detrimento dos ultramacios, já que a pista do Circuito Internacional de Xangai degrada a borracha rapidamente.

“Estávamos tentando o 11º lugar, o que seria o ideal, começando primeiro fora do Q3 para escolher os pneus, mas não foi possível. O 13º foi o máximo”, lamentou Alonso, após a classificação.

Ainda assim, o bicampeão mundial se mantém otimista. “Vamos tentar marcar pontos amanhã (domingo). Acho que estamos em uma boa posição. Os últimos dois ou três carros do Q3 vão lutar porque terão que parar cedo com os pneus roxos (ultramacios)”, previu.

Dessa forma, Alonso acena com a possibilidade de fazer apenas uma parada na corrida, embora esteja ciente de que o traçado chinês exige bastante dos compostos. “Está no limite entre um e dois (pit-stops)”, ressaltou.

“Acho que todos que foram para o Q3 com os pneus roxos vão parar duas vezes e os que ficaram de fora talvez tenham a vantagem de parar uma vez. Mas haverá problemas com pneus e vai ser uma corrida para administrá-los da melhor forma possível”, concluiu.

Fernando Alonso ocupa o quarto lugar do Mundial 2018 de F1, com 16 pontos, oriundos de um quinto lugar na Austrália e de um sétimo no Bahrein. A corrida deste domingo está marcada para começar às 03h10 (de Brasília).


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.