Após empate na ida, jogadores do Náutico acreditam no título estadual

(Foto: Reprodução/Twitter)
O empate sem gols entre Central e Náutico no primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano foi bom para os visitantes, cuja única derrota no estadual foi justamente contra o Central fora de casa. A igualdade leva a decisão para os 90 minutos finais na Arena Pernambuco, no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília).

Na saída de campo, jogadores do Náutico demonstraram confiança em relação ao jogo de volta. O lateral-direito Thiago Ennes comemorou que a defesa não sofreu gols e quer mais efetividade no ataque.

“Graças a Deus não tomamos gol. Fizemos boa partida. Agora é levantar a cabeça e olhar os erros que não podemos mais cometer. Vamos jogar em casa e vai ser uma partida boa”, disse o defensor à Rádio Jornal de Recife.

Alguns jogadores do Náutico reclamaram das condições de jogo no estádio Luiz Lacerda, o Lacerdão. “Não é desculpa, mas o campo muito escuro e a bola molhada dificultaram um pouco”, disse o Goleiro Bruno. Já o zagueiro Camutanga não gostou da altura da grama. “Com o gramado um pouco alto a bola prende mais”.

Quanto ao jogo de volta, no próximo domingo, o discurso é de confiança. O meia Júnior Timbó, que entrou no intervalo e deu mais volume ao ataque do Náutico, conta com a força da torcida para conquistar o título. “A torcida vai nos inceitivar. Mais de 30 mil ingressos foram vendidos. Vamos com força total para o jogo das nossas vidas”.



Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.