Coritiba vence o Criciúma de virada na estreia de Eduardo Baptista

Foto: Jonathan Campos
Eduardo Baptista estreou no Coritiba com o pé direito. Na noite desta sexta-feira, no Couto Pereira, o Coxa venceu o Criciúma por 2 a 1, de virada. Uma vitória muito suada, já que o Tigre esteve melhor em campo durante todo o confronto.

O Coritiba teve grandes dificuldades na primeira etapa. Os meio-campistas alviverdes pareciam muito apressados para resolver as coisas e erravam muitos passes. Por outro lado, o Criciúma armou um verdadeiro bloqueio na meia cancha e marcou muito bem, fazendo com que o Coxa explorasse muito as bolas enfiadas, que não surtiram efeito.

Ao invés de criar as jogadas pelo lado de campo, com Vinícius Kiss – que apareceu muito bem como lateral-direito – e Abner – que tinha dificuldades na marcação, mas muita velocidade no ataque -, o Verdão batia e voltava pelo meio de campo. Os visitantes, mesmo com a marcação afiada, também saíam para o jogo. Tanto que o Tigre teve três boas chances no primeiro tempo.

Em uma delas, aos 17 minutos, o atacante João Paulo recebeu no meio da defesa do Coritiba e fuzilou pro fundo da rede, abrindo o placar no Couto Pereira. O gol deu mais pressa ainda pro Coxa e o empate saiu no único chute que o time da casa fez na etapa inicial. O meio-campo Kady aproveitou o rebote da defesa catarinense, aos 32 minutos, e fez um belo gol no Alto da Glória.

O Coritiba voltou mal para o segundo tempo. O Criciúma é quem tinha os domínios das ações nos primeiros minutos. Com o péssimo rendimento em campo, o técnico Eduardo Baptista apostou na entrada de Yan Sasse no lugar de Julio Rusch, aos 12 minutos. Poucos segundos depois, Yan Sasse teve estrela e virou o placar. Festa da torcida alviverde.

Festa e tensão, pois o Criciúma seguia no ataque e exigindo muito do goleiro Wilson, que se destacava novamente como o melhor em campo no Couto Pereira. O goleiro operou, ao menos, uns três milagres no gramado. Com o ataque do Tigre em cima, Baptista apostou na entrada do volante João Paulo no lugar do lateral-esquerdo Abner, com o objetivo de fechar a meia cancha do Verdão, pois o Criciúma tinha uma facilidade enorme pra concluir as jogadas.

A vitória acabou sendo mantida e na base de muito suor, já que o Coxa fez pouco e ainda sofreu bastante pressão na sequência do segundo tempo. Com os três pontos garantidos, o Coritiba já pensa no próximo compromisso, que será na próxima sexta-feira (4), frente ao Oeste, às 21h30, em São Paulo.

Ficha técnica

SEGUNDONA
1º Turno – 3ª Rodada

CORITIBA 2×1 CRICIÚMA

Coritiba
Wilson; Vinícius Kiss, Thalisson Kelven, Alex Alves e Abner (João Paulo); Vitor Carvalho, Julio Rusch (Yan Sasse), Jean Carlos e Chiquinho; Kady (Guilherme Parede) e Bruno Moraes.
Técnico: Eduardo Baptista

Criciúma
Luiz; Sueliton (Nathan), Sandro, Nino e Marlon; Liel, Nicolas, Elvis e Andrew (Jean Mangabeira); João Paulo e Lucas Coelho (Maílson).
Técnico: Argel Fucks

Local: Couto Pereira
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)
Gols: João Paulo (CRI) aos 17 do 1º tempo; Kady (COR) aos 33 do 1º tempo; Yan Sasse aos 12 minutos do 2º tempo;
Cartões amarelos: Kady, Julio Rusch, Bruno Moraes, Vitor Carvalho (COR); Liel, Nicolas, Marlon, Sandro, Elvis, Sueliton, Jean Mangabeira (CRI).
Renda: R$ 141.960,00
Público pagante: 7.713
Público total: 9.216


Fonte:TribunaPR
Tecnologia do Blogger.