Cruzeiro e Vasco empatam se complicam na competição

Empate deixa mineiros e cariocas com um ponto cada, atrás dos líderes Racing-ARG e Universidad de Chile

Divulgação/Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
Cruzeiro e Vasco empataram por 0 a 0, nesta quarta-feira (4), no Mineirão, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. O empate sem gols deixa ambas as equipes com 1 ponto cada.

Na liderança do Grupo 5 estão Racing-ARG e Universidad de Chile, com quatro pontos e vantagem para os argentinos pelo saldo de gols.

As duas equipes voltam a campo no próximo fim de semana. Os cruzmaltinos jogam a decisão do Campeonato Carioca no domingo, contra o Botafogo, no Maracanã, após vencerem o jogo de ida por 3 a 2.

Os mineiros têm missão mais complicada: em casa, também no domingo, terão de reverter a vitória do Atlético-MG por 3 a 1 no jogo de ida.

O primeiro tempo de Cruzeiro x Vasco no Mineirão foi pouco movimentado no quesito chances de gol.

A primeira grande oportunidade veio aos 31 minutos, quando, após escanteio, a bola sobrou para Dedé, livre, que chutou e foi travado por Paulão.

Cinco minutos depois, a melhor chance vascaína. Após bom contra-ataque, Wagner cruzou para Riascos na cara do gol, mas Egídio cortou e impediu que o adversário balançasse as redes.

A etapa final foi marcada pela boa atuação dos goleiros. Primeiro, Fábio: o cruzeirense defendeu chutes perigosos de Paulinho aos 12 e aos 15 minutos.
Na sequência, foi a vez de Martín Silva. Aos 19, Robinho arriscou chute de fora da área e o uruguaio espalmou. No rebote, Sassá finalizou e novamente o goleiro defendeu.

Cinco minutos depois, Sassá recebeu passe na grande área e tocou na saída do goleiro vascaíno, que fez mais uma ótima defesa.

Aos 25, preocupação para o time de Zé Ricardo: Paulinho dividiu com Henrique pelo alto e caiu em cima do braço esquerdo. Após sentir muitas dores, ele deixou o gramado de ambulância, foi substituído e recebeu atendimento fora do campo.

Com 29 minutos da segunda etapa, Martín Silva voltou a brilhar. Thiago Neves chutou de fora da área e o uruguaio espalmou. No rebote mais uma vez, Sassá completou, mas parou no goleiro novamente.

Aos 47, a dois minutos do fim, quase o Vasco surpreendeu. Andrés Rios acertou belo chute de longe, mas a bola foi para fora, passando pouco acima do gol de Fábio.
Tecnologia do Blogger.