Diante de sua torcida, Rio espera forçar quarta partida da semifinal

 (Foto: Marcos de Paula/SESC-RJ)
No terceiro jogo da série melhor de cinco da semifinal da Superliga, o Sesc Rio precisa vencer para se manter vivo na disputa. Isso porque a equipe carioca levou a pior nos dois últimos confrontos contra o Sesi-SP e apenas a vitória garante o quarto embate entre os rivais. Jogando em casa, o time do líbero Tiago Brendle conta com o apoio da torcida para liderar a disputada decisiva deste sábado.

“Estamos muito motivados para este confronto, que se tornou ainda mais decisivo”, afirmou Brendle, otimista. “Temos fé no nosso trabalho e condições de reverter a série. Trabalhamos e estudamos as partidas para identificar, corrigir e estabelecer uma estratégia que nos possibilite a vitória”, explicou o atleta.

Apesar da vantagem, o empenho dos rivais incentiva a equipe paulista a mostrar bom vôlei para carimbar a ida à final do campeonato. “Não tem nada definido. Nosso time está treinando para cinco jogos. Claro que queremos vencer neste sábado, mas não será fácil’, ressaltou o experiente Lipe. “Eles estarão em casa mais uma vez, vão entrar com garra e por isso o jogo fica mais perigoso. É o momento de termos foco”.

Do outro lado da tabela, o Sada Cruzeiro venceu o EMS Taubaté Funvic, na noite desta sexta-feira, e se manteve vivo nas semifinais da Superliga. Na próxima partida entre as equipes, na terça-feira, os atuais campeões da competição precisam vencer o embate para levar a decisão ao jogo cinco. O Taubaté, por sua vez, está a uma vitória da grande final.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.