Em jogo intenso e com muitos erros de passe, Santa Cruz e ABC ficam no 0 a 0 na Arena

As duas equipes esbarraram nas suas limitações técnicas e na forte marcação

Foto:Shilton Araújo/DP
A primeira partida entre Santa Cruz e ABC em um período de 25 dias, sendo esta pela Série C, e as próximas pela Copa do Nordeste, terminou empatado em 0 a 0.  As duas equipes foram para o confronto brigando por uma boa largada no Grupo A e a promessa era de um bom jogo, devido ao momento das duas equipes. Entretanto, O ABC foi ligeiramente superior ao Santa Cruz até a metade inicial do segundo tempo, por ter uma maior presença no campo de ataque, além de manter a posse de bola e oferecer perigo à meta Coral. Porém, os Tricolores tomaram as rédeas da partida até o fim, e não aproveitou as oportunidades de gol. O próximo compromisso do Santa Cruz, pela Terceira Divisão, será contra o Remo, no dia 6 de maio, em Belém. 

Primeiro Tempo

A tônica dos primeiros 45 minutos foi a improdutividade. Santa Cruz e ABC erraram muitos passes na criação das jogadas, principalmente quando estavam próximos da grande área adversária. O duelo começou com muita intensidade das duas partes, com o Tricolor fazendo o seu papel de mandante, ao buscar impor seu ritmo. Entretanto, o ABC não se intimidou e bateu de frente com o Tricolor, tendo a posse de bola e se postando bem na marcação. Nenhum dos dois times conseguia criar grandes jogadas, por pecar no último ou penúltimo passe antes da finalização. 

O Alvinegro tentou aproveitar as brechas deixadas no lado esquerdo do Santa, com Ávila marcando mal e se mostrando lento na recomposição, sobrecarregando assim o volante Luiz Otávio. Porém, somente aos 39 minutos aconteceu a primeira chance clara de gol. Higor Leite recebeu uma enfiada de bola pelo seu lado direito de ataque, nas costas da defesa, mas bateu fraco e possibilitou que Machowski fizesse a defesa. Aos 45, a melhor oportunidade do primeiro tempo. Contra ataque coral puxado pelo lado direito, com a defesa do Potiguar desprevenida. Vítor recebeu de passe de Fabinho Alves, entrou na área em velocidade, dominou e bateu cruzado, para fora. Era a chance dos tricolores saírem com o placar favorável na primeira etapa. Com o 0 a 0 no marcador, a torcida vaiou o time, principalmente pela falta de criatividade apresentada. 

Segundo Tempo

O ABC manteve a mesma postura da primeira etapa, ao buscar o gol sem se intimidar. Logo aos dois minutos, obrigou o arqueiro coral a trabalhar. Após boa jogada pelo lado direito, Luan recebeu no lado direito de grande área, girou com facilidade para cima de Augusto Silva e bateu forte. Tiago Machowski fez boa defesa e a zaga afastou o perigo. Os Corais conseguiram encaixar a marcação com a entrada do zagueiro Eduardo Brito, na vaga de Ávila. Assim, boa parte dos ataques adversários, que se concentravam no lado esquerdo do Santa, passaram a ser evitados. Com 20 minutos de jogo, o Santa Cruz conseguiu a sua primeira chance na etapa final de jogo. Arthur Rezende, que entrou no intervalo, bateu de fora da área, a bola desviou na zaga e quase traía o goleiro Rodrigo, que conseguiu espalmar para escanteio. Com a chance, o Santa cresceu na partida e passou a empurrar os Potiguares no seu campo de defesa. Aos 31, Eduardo Brito quase manda para o fundo do gol, após escanteio cobrado da esquerda por Arthur Rezende. O prata da casa antecipou-se à marcação e ao goleiro, que saiu mal do gol, e mandou para fora. 

A Cobra Coral chegou bem outra vez, quando o cronômetro apontava 41 minutos da segunda etapa. Em falta cobrada por Arthur Rezende, do lado esquerdo de intermediária, a bola explodiu no travessão de Rodrigo. Com o crescimento dos donos da casa, o ABC adotou uma postura mais precavida e buscou conter as investidas do adversário, com sucesso. A última chance do jogo foi Potiguar. Jogada pela direita, aos 46, onde Matheus Carvalho recebeu, fez um corte seco em Danny Morais e mandou na rede pelo lado de fora. 

Um empate que frustra as pretensões das duas equipes na largada da Terceira Divisão. O Santa chega a cinco pontos e assume momentâneamente a vice-liderança do Grupo A. O ABC fica na quarta colocação. Entretanto, o jogo deste sábado serviu para as torcidas terem uma ideia do que esperar das quartas de final da Copa do Nordeste, começando na próxima terça, no Frasqueirão.

Ficha do jogo:
Santa Cruz: Tiago Machowski; Vítor, Danny Morais, Augusto Silva e Henrique Ávila(Eduardo Brito); Luiz Otávio, Charles e Geovani(Arthur Rezende); Robinho(Augusto), Fabinho Alves e Robert. Técnico: Paulo César Gusmão

ABC: Rodrigo; Arez, Tonhão, Danrlei e Igor; Anderson Pedra(Erivélton), Felipe Guedes e Marcos Júnior; Higor Leite(Vitinho), Luan (Matheus Carvalho) e Leandrão. Técnico: Ranielle Ribeiro

Cartões Amarelos: Arthur Rezende(STA); Tonhão, Anderson Pedra e Igor(ABC).
Local: Arena de Pernambuco
Público: 8.550 pessoas
Renda: R$ 104.190,00 
Árbitro: William Machado Steffen (SC).
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC).

Fonte:Super Esportes
Tecnologia do Blogger.