Fiorentina vence Udinese e encosta na briga pela Liga Europa

(Foto: Reprodução/Twitter)
Nesta terça-feira, a Fiorentina visitou a Udinese em jogo adiado pela morte de Davide Astori e honrou em campo seu ex-zagueiro e capitão. No Estádio Friuli, em Udine, a equipe de Florença jogou bem e saiu de campo com vitória por 2 a 0 importante para os planos da equipe.

Com a vitória, a Viola continua na oitava posição do Campeonato Italiano, mas vai a 47 pontos, três a menos do que o Milan. Já a Udinese, que está perto de se livrar do rebaixamento, continua com 33 pontos e cai para a 13ª colocação. A Fiorentina volta a campo neste sábado, quando vai à capital da Itália enfrentar a Roma às 13 horas (de Brasília). No dia seguinte, às 13 horas, a Udinese recebe a Lazio.

O jogo — Mesmo jogando fora de casa, a Fiorentina tomou a iniciativa já nos primeiros minutos. A Viola levou perigo em chutes de Chiesa, aos sete e dez minutos, mas ambos foram para fora. Aos 18 minutos, foi a vez da Udinese assustar com Perica, que obrigou Sportiello a fazer boa defesa.

Depois do susto, a Fiorentina tomou para si o controle do jogo e criou as melhores chances do primeiro tempo. Aos 23 minutos, Falcinelli colocou o goleiro Bizzarri para trabalhar. Já aos 27 minutos, Chiesa fez boa jogada individual e só foi parado com pênalti. Na cobrança, Veretout colocou a equipe na frente por 1 a 0.
(Foto: Reprodução/Twitter)

Em desvantagem, os donos da casa responderam logo depois do gol sofrido. Aos 31 minutos, Balic cobrou falta e viu Sportiello fazer boa defesa. No lance seguinte, o goleiro parou cabeceio de Pezzella.

A Fiorentina teve a última chance de perigo aos 37 minutos, quando Falcinelli chutou rasteiro para boa defesa de Bizzarri. Até o final do primeiro tempo, a Udinese pressionou e tentou chegar ao intervalo com o empate, mas mudou o placar do primeiro tempo.

Os mandantes voltaram com força total dos vestiários em busca do gol de desempate, mas não conseguiram transformar a pressão em gol. Já a Fiorentina apostava em contra-ataques para tentar ampliar a vantagem.

Justamente em um desses contra-ataques, a Viola chegou ao segundo gol da partida aos 25 minutos com Giovanni Simeone, que havia acabado de entrar em campo. O filho de Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid, recebeu na entrada da área, se livrou da forte marcação e chutou rasteiro para vencer Bizzarri.

Com a vantagem de dois gols, a Fiorentina buscou cadenciar o jogo mantendo a bola no campo de ataque. Já a Udinese tentava a sorte em bolas longas, mirando principalmente o alto atacante Lasagna. No entanto, quando o árbitro apitou pela última vez, o placar mostrava mesmo 2 a 0.

Sampdoria conquista três pontos importantes contra a Atalanta
Foto:Divulgação/Site Oficial

Também na tarde desta terça-feira, a Sampdoria visitou a Atalanta e saiu de campo com importante vitória por 2 a 1. Os visitantes saíram na frente com Caprari no primeiro tempo, mas sofreram empate do brasileiro Rafael Tolói no segundo. Nos minutos finais, Zapata deu números finais à partida.

A vitória deixa a Sampdoria com os mesmos 47 pontos de Atalanta e Fiorentina e na briga pela Liga Europa. Já a Atalanta perdeu a chance de chegar a 50 pontos, mesma pontuação do Milan, primeiro time na zona de classificação para a competição europeia.

Genoa vence Cagliari em duelo da parte baixa da tabela do Italiano
Foto:Divulgação/Site Oficial

Quem também venceu nesta terça-feira foi o Genoa, que recebeu o Cagliari em confronto direto na fuga do rebaixamento. Os donos da casa saíram na frente já no segundo tempo com Lapadula, sofreram o empate em pênalti convertido por Barella, mas voltaram à frente nos instantes finais graças a Iuri Medeiros.

Com a vitória, o Genoa vai a 34 pontos e abre 10 pontos de diferença para a zona de rebaixamento. Já o Cagliari continua com 29 pontos e ainda corre riscos de rebaixamento para a segunda divisão italiana.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.