Ferrari vai sair da Fórmula 1: “Se a F1 for na direção da NASCAR”

Foto: Johannes EISELE / AFP
O presidente da Ferrari, Sérgio Marchionne, disse novamente que a Scuderia vai sair da Fórmula 1 se os donos e a FIA quiserem fazer uma séria no estilo NASCAR.

No Bahrain, a Liberty revelou a sua visão final para a F1, uma vez que o atual Acordo de Concórdia termina após a conclusão da temporada de 2020.

Enquanto apenas contornos gerais foram disponibilizados para a imprensa e os fãs, entende-se que as equipes receberam informações um pouco mais específicas sobre onde os proprietários querem levar o esporte no futuro.

Mas a Ferrari, que ficou menos impressionada com o esboço inicial proposto em novembro, continuou com sua posição muito clara. “Se a F1 se tornar mais um espetáculo do que um esporte, se formos na direção das corridas da NASCAR, a Ferrari sairá”, disse Marchionne.

“Se houver alguma proposto que distorça a F1, acho que a Ferrari vai desistir”.

Enquanto isso, o chede da equipe italiana, Maurizio Arrivabene, é um pouco mais conservador. “Estamos trabalhando com a Liberty Media para encontrar soluções aceitáveis”, disse ele.

“Tivemos uma proposta da Liberty 10 dias atrás, esperamos conhecer os detalhes, e, em seguida, faremos escolhas no interesse da Ferrari.

“Poderíamos procurar soluções alternativas, não é uma ameaça, mas isso não significa que paramos de competir”.


Fonte:Lance
Tecnologia do Blogger.