Mancini questiona 'consciência' de comentaristas, detona arbitragem e diz: 'Não tem chororô aqui'

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória
Nesta quarta-feira (04), o técnico do Vitória, Vagner Mancini, concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do Barradão. Como não pôde falar após o término do primeiro jogo das finais do Baiano, por conta da suspensão imposta pelo TJD, o treinador criticou duramente a arbitragem do primeiro clássico, mas afirmou que no rubro-negro “não tem chororô”.

“Tenho convicção, e não vou ficar batendo nessa tecla, que o Vitória foi muito prejudicado pela arbitragem. E eu não tive a oportunidade de falar no domingo porque eu não posso dar entrevista. Mas ninguém vai ficar chorando não, não tem chororô aqui no Vitória. Nós vamos entrar em campo domingo e tentar reverter, por mais erros que a gente tenha visto na partida, de arbitragem, e do nosso time, nós vamos em busca de uma vitória domingo exatamente para chegar o tricampeonato”, afirmou.

Ainda falando sobre a atuação da arbitragem, o comandante criticou alguns comentaristas e questionou-os sobre “peso na consciência”.

“Erros grotescos e eu fico mais triste ainda quando eu vejo os comentaristas das TVs falarem que o árbitro agiu certo. Eu fico pensando se essas pessoas, depois em casa, na hora que viram o lance novamente do pênalti que o Vinícius simula, da bola tocando no braço do Douglas, se não pesa na consciência deles”, disse.

Mancini ainda lembrou o episódio do primeiro BaVi do ano, onde alguns profissionais realizaram um trabalho de leitura labial sobre as instruções que ele teria passado ao zagueiro Ramon.

“Lá atrás fizeram leitura labial no Mancini e erraram a frase. Eu estou aqui dizendo, porque em momento algum eu falei aquelas frases que fizeram a leitura labial, dizendo que eram especialistas. Mas enfim, nós estamos aqui exatamente para mostrar a todo mundo que aqui no Vitória há muito trabalho. Em cima disso a gente vai entrar em campo domingo confiante que o Vitória tem tudo para chegar ao título”, argumentou.

Sobre o clássico decisivo, o técnico afirmou que ainda aguardará a definição do julgamento do STJD, na próxima sexta-feira (06), para saber a equipe que mandará a campo.

“Não sei. Disso aí vocês só vão ficar sabendo momentos antes do jogo. Eu acho que o mais importante é que hoje nós temos algumas opções, em função de nós não termos, até o momento, a informação se os atletas jogarão ou não, porque nós temos um julgamento na sexta-feira lá no STJD. Então, em cima disso, não tem como eu adiantar nenhum time, nada, nenhum atleta. E isso tem sido a tônica das últimas semanas. A gente tenta montar uma equipe sempre na esperança de sair uma liminar, ou não. Agora vai ter o julgamento em que isso vai ser decidido, e aí a gente vai com calma escolher o time para entrar domingo em fazer um bom jogo”, explicou.


Fonte:Galáticos Online
Tecnologia do Blogger.