Oeste volta a vencer o São Bernardo, vai à final e jogará Paulistão em 2019

(Foto: Rodrigo Corsi/FPF/Powered By Canon)
O Oeste está na Primeira Divisão do futebol paulista. Nesta terça-feira o time rubro-negro visitou o São Bernardo no estádio Primeiro de Mario e voltou a vencer o rival do ABC, desta vez por 3 a 2, e garantiu uma vaga na elite do Estadual do ano que vem, além da classificação para a grande final da Série A2. Raphael Luz (2)e Pedrinho marcaram para os visitantes. Alvinho e Rodrigo Celeste descontaram para o Bernô.

Dono da terceira melhor campanha da primeira fase, o Oeste agora aguarda o jogo de volta entre XV de Piracicaba e Guarani para descobrir quem será seu adversário na grande final da Série A2. Na ida, as equipes ficaram no empate sem gols, no estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba. Agora, o Bugre terá a vantagem de decidir quem avança no Brinco de Ouro, em Campinas, uma vez que terminou o estágio de pontos corridos na primeira colocação.

O jogo – O Oeste não demorou muito para demonstrar sua força mesmo atuando longe de seus domínios. Logo aos 14 minutos, Bruno Lopes, em ótima jogada individual, encontrou Raphael Luz, que empurrou para o fundo das redes e aproximou ainda mais o time rubro-negro do acesso à elite do futebol paulista. Com dois gols de vantagem, já que haviam vencido o duelo de ida por 2 a 1, os visitantes obrigaram o Bernô a ir para o ataque, mas conseguiram segurar o ímpeto dos rivais no primeiro tempo.

Na etapa complementar, a tônica se repetiu no início do período. Aos seis minutos, Bruno Lopes novamente acionou Raphael Luz, que, de carrinho, voltou a balançar as redes no Primeiro de Maio para frustra ainda mais a torcida do São Bernardo. O time da casa só foi reagir, de fato, nove minutos depois, quando Alvinho conseguiu descontar e manter a equipe do ABC viva na luta pela classificação e, consequentemente, o acesso.

Nos minutos finais, como já era de se esperar, o São Bernardo realizou uma verdadeira blitz no ataque. Aos 33, os anfitriões quase chegaram ao empate após o cruzamento de Francismar e o desvio dentro da pequena área, mas, por sorte do Oeste, a bola não entrou.

Pouco depois o Bernô teve a prova de que estava realmente com azar. Aos 36, Bruno Lopes, sempre ele, puxou contra-ataque e cruzou rasteiro, na medida para Pedrinho, que completou de primeira, batendo de chapa na bola, para fazer o terceiro. Somente nos acréscimos a maré virou para os donos da casa, que descontaram com Rodrigo Celeste, de cabeça, aos 48 minutos, mas já era tarde para o Tigre tentar algo a mais.

Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.