Ricciardo surpreende lidera o primeiro treino livre GP da Bahrein

Australiano voa no final do treino e supera Mercedes e Ferraris por boa margem; Verstappen quebra

Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP
Enquanto todos acreditavam que a primeira sessão de treinos livres para o GP do Bahrein terminaria com uma disputa pelo primeiro tempo apenas entre Mercedes e Ferrari, Daniel Ricciardo surpreendeu.

O australiano liderou o TL1 desta sexta (6) em Sakhir, cravando o tempo de 1min31s060, ficando 0s3 à frente das Mercedes e Ferraris, que ficaram de segundo a quinto lugares.

Pole position pela primeira vez na carreira há exatamente um ano no Bahrein, Valtteri Bottas liderou boa parte da sessão, até ser superado por Ricciardo. Ele, no entanto, foi mais rápido que as Ferraris de Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel. Lewis Hamilton ficou em quinto lugar.

Usando pneus supermacios (ao contrário do top-5, que usou pneus macios em suas melhores voltas) Romain Grosjean ficou com o sexto lugar, à frente de Pierre Gasly, Carlos Sainz, Kevin Magnussen e Nico Hulkenberg.

Depois de sofrer com problemas mecânicos em sua unidade de potência logo nos primeiros minutos da sessão, Max Verstappen não pôde marcar tempo no TL1. Apenas 19 carros participaram do treinamento.

O treino
No início, Max Verstappen acabou sofrendo com problemas mecânicos em seu carro e foi obrigado a parar sua Red Bull logo antes da entrada do box. O holandês empurrou seu carro até o pit lane.

Os primeiros a marcar tempos foram as Force Indias de Esteban Ocon e Sergio Perez, com pouco mais de dez minutos de sessão.

Dez minutos depois, Kimi Raikkonen cravou a volta de 1min33s770, sendo 0s5 mais veloz que todos os pilotos que tinham ido à pista até então. Colocando pneus macios, Valtteri Bottas superou a volta do compatriota por exatamente 0s5. Lewis Hamilton veio na sequência, com 1min33s041 e melhorou ainda para 1min32s532. O top-5 era Hamilton, Bottas, Vandoorne, Raikkonen e Vettel.

Enquanto isso, Lance Stroll e Charles Leclerc rodaram em incidentes separados na curva 7. Sem danificar os carros, os pilotos retornaram sem maiores problemas.

Com uma hora de treino, Romain Grosjean assumiu a ponta ao colocar os pneus supermacios. Ele anotou o tempo de 1min32s516. Com o mesmo composto, Magnussen subiu para terceiro.

Alguns minutos depois, a Mercedes voltou à pista com pneus macios e voltou à primeiro e segundo. Bottas foi para a ponta com 1min31s364.

A Ferrari bem que tentou com Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel bater o tempo do piloto do carro 77, mas Kimi ficou a 0s094 e Sebastian a 0s106 da melhor marca.

Com 1h e 15 minutos, Daniel Ricciardo surpreendeu a todos e marcou o melhor tempo, com 1min31s060 de pneus macios.
Tecnologia do Blogger.