Warriors atropelam Spurs e largam na frente nos playoffs da NBA

(Foto: Andrew D. Bernstein/NBAE via Getty Images/AFP)
Na abertura dos playoffs da NBA, o Golden State Warriors levou a melhor no primeiro jogo da série de melhor de sete. Em confronto que repete a final da Conferência Oeste do anos passado, os atuais campeões receberam o San Antonio Spurs e dominaram a partida desde o início, atropelando os adversários pelo placar de 113 a 92.

Sem Stephen Curry, que se recupera de lesão no joelho e pode retornar para próximo duelo, Klay Thompson foi o cestinha da partida com 27 pontos, seguido de Kevin Durant, que terminou com 24 pontos, oito rebotes e sete assistências. Além deles, Draymond Green acabou a partida com um duplo-duplo, anotando 12 pontos, com 11 assistências e oito rebotes e JaVale McGee fez 15 pontos, com quatro rebotes. Nos Spurs, Rudy Gay foi o cestinha com 15 pontos e seis rebotes, seguido por Bryn Forbes e LaMarcus Aldridge com 14 pontos cada.

Apesar da derrota de sua equipe, Manu Ginóbili deu mais um passo rumo a uma marca histórica.  Esta foi a partida de número 214 dele em pós-temporada, se aproximando de Shaquille O’Neal, que tem 216. O líder é Derek Fisher, com 259.

O segundo jogo da série acontece nesta segunda-feira, dia 16 de abril, às 23h (de Brasília), novamente em Oakland, com mando do Golden State Warriors.

Mesmo sem um armador e com Curry na torcida, os Warriors dominaram o primeiro quarto – o jogo. Com o ginásio pegando fogo, os anfitriões marcaram os primeiros pontos. O pivô dos Warrios, JaVale McGee, começou ligadíssimo no jogo e marcou oito dos primeiros doze pontos da equipe, que já ia construindo a vantagem sobre os Spurs.

Quando os visitantes esboçavam uma reação, os Warriors logo respondiam, mantendo uma confortável diferença no placar. Liderados por Kevin Durant, que jogou demais e terminou o quarto com 11 pontos anotados, os donos da casa abriram frente faltando pouco para o fim da parcial e fecharam a parcial com 11 pontos de diferença: 28 a 17.

No início do segundo quarto, os Spurs conseguiram diminuir um pouco a diferença, porém os Warriors logo voltaram a abrir 11 de frente – vantagem que ainda chegou a subir para 13. O San Antonio voltou a cortar a diferença para seis, mas novamente viram os adversários responderem imediatamente. Há dois minutos e meio do fim da parcial, os Spurs sofriam no ataque e os anfitriões aproveitaram para abrir 18 pontos. Com bastante tranquilidade, o GSW levou a partida para o intervalo com placar de 57 a 41.

O jogo voltou em Oakland com cinco pontos seguidos para o San Antonio, que começou muito bem o terceiro quarto. Os times trocavam cestas e a diferença seguia em 11 pontos. Porém, o Golden State logo se impôs e voltou a abrir 16 pontos. O San Antonio lutava, mas o Golden State seguia com o domínio do jogo. E não a toa, foi para o derradeiro período com 23 pontos de vantagem no marcador: 86 a 63.

O domínio dos donos da casa seguiu a todo vapor no último quarto e abriram 25 pontos de vantagem há cinco minutos do fim da partida e os Spurs já nada podiam fazer para tentar reverter o placar. No fim do período, o técnico Steven Kerr aproveitou para poupar seu jogadores e tirou os titulares da quadra. O mesmo aconteceu com o San Antonio, que deixou seu titulares também já no banco. Ambos os times já pensavam no Jogo 2 enquanto o 1 terminou com 21 pontos de diferença no placar.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.