Ana Patrícia leva três prêmios individuais em temporada e é destaque do vôlei de praia

Ana Patrícia foi destaque na temporada (Foto: Divulgação/CBV)
A mineira Ana Patrícia, de 1.94m e apenas 20 anos, teve na temporada 2017/2018 sua afirmação. Atleta mais alta do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia, ela é também uma das ‘caçulinhas’. Jogando ao lado de Rebecca (CE), alcançou três finais, foi campeã em duas e recebeu três prêmios na lista dos melhores do tour, divulgada no último final de semana.
Ana Patrícia foi eleita a atleta que mais evoluiu, o melhor bloqueio e o melhor ataque do tour 17/18. No SuperPraia, porém, acabou sendo ausência na areia por uma lesão. Na final da etapa de Aracaju (SE), no início de abril, acabou fraturando o dedo mínimo da mão direita e foi submetida à cirurgia. Se não jogou, esteve presente para receber os vários prêmios.

“Eu estou muito feliz. Eu não esperava, de verdade. Quando soube que receberia uma premiação e fui convidada para estar em Brasília, não sabia o que seria, mas suspeitava que poderia ser algo como revelação ou que jogadora que mais evoluiu. Queria muito receber por fundamento, sabia que seria difícil, e até coloquei como meta para a próxima temporada, mas isso coroou o trabalho que fizemos”, disse Ana, que completou.
“E o que torna isso mais especial é ser uma votação entre os atletas e treinadores, um reconhecimento de quem também está treinando duro e buscando os resultados. Aqui temos o circuito mais forte do mundo, e ser destaque em meio a tantas jogadoras talentosas é uma honra. Volto para casa com a mala mais pesada, mas muito feliz”, disse Ana Patrícia, que tem previsão de retorno aos treinamentos para junho.
Além de serem campeãs das etapas de Maceió (AL) e Aracaju (SE), Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) também foram prata na etapa de Itapema (SC) e bronze no torneio em João Pessoa (PB). Elas terminaram a temporada na terceira colocação do ranking geral do Circuito Brasileiro, apenas 80 pontos abaixo das vice-campeãs Ágatha/Duda (PR/SE) e 120 pontos abaixo das campeãs Maria Elisa/Carol Solberg (RJ).
No naipe masculino, destaque para a afirmação de André Stein. O campeão do tour ao lado de Evandro recebeu o prêmio de melhor jogador da temporada e comemorou. Eles venceram as etapas de Campo Grande (MS), Itapema (SC), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE), mas também foram prata em Fortaleza (CE) e bronze em Maceió (AL).
“Temos muito atletas bons no Circuito Brasileiro, na temporada 15/16 eu recebi como atleta que mais evoluiu, e agora sou eleito melhor da temporada. Fico feliz demais, mas acho que o Evandro e nossa comissão técnica são donos de metade do prêmio também, formamos um conjunto muito regular e sólido, que possibilitou essa conquista. E o reconhecimento é bacana por vir também dos próprios companheiros de trabalho”, analisou.
O SuperPraia encerrou a temporada 17/18 do calendário nacional no último final de semana, em Brasília (DF), com títulos para Evandro/André Stein (RJ/ES) e Taiana/Carolina Horta (CE). As duplas brasileiras já estão novamente em ação nesta semana, disputando as etapas quatro estrelas de Huntington Beach (EUA) e três estrelas de Mersin (Turquia) do Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. A temporada nacional 18/19 terá início em setembro deste ano.
Tecnologia do Blogger.