Danilo ressalta importância de jogar na Europa

Danilo durante coletiva de imprensa em Londres.(Créditos: Pedro Martins / MoWA Press)
De candidato a reserva de Daniel Alves na Copa do Mundo a possível titular da Seleção Brasileira na Rússia. Essa transformação repentina na vida de Danilo por conta da lesão do lateral-direito do Paris Saint-Germain era inimaginável, porém, este é o panorama atual e o jogador do Manchester City já começa a se preparar para a grande responsabilidade que está à sua frente. Concorrente de Fagner pela posição, o atleta revelado pelo Santos pregou a importância de atuar na Europa para desempenhar um bom futebol no principal torneio do planeta.
Danilo saiu do Brasil quando tinha apenas 20 anos. Negociado com o Porto, o lateral atuou por quatro temporadas no futebol português antes de chamar a atenção do todo poderoso Real Madrid. No clube espanhol, no entanto, o brasileiro não repetiu o bom desempenho e permaneceu somente por duas temporadas, perdendo a condição de titular para Dani Carvajal.
“Eu acho que é importante vir cedo [para a Europa], mas no timing certo. Muitas vezes isso é confundido, e a gente a gente acaba perdendo muitos jogadores. Isso é uma coisa muito importante, porque são jogadores acostumados a jogar Champions League, sempre com a pressão de vencer. Isso conta muitos pontos para a Seleção quando chega neste momento de real decisão”, afirmou Danilo, que concedeu coletiva de imprensa nesta quarta-feira no CT do Tottenham.
Contratado pelo Manchester City na última temporada, Danilo decidiu deixar o Real Madrid em busca da tão sonhada titularidade e também para trabalhar com ninguém mais, ninguém menos que Pep Guardiola. Embora tenha atuado por boa parte da campanha do time inglês na esquerda, improvisado por conta da lesão de Mendy, o jogador mostrou versatilidade e se diz pronto para, caso essa seja a escolha de Tite, ser titular da Seleção Brasileira na Copa.
“A Copa é o ápice. Foram muito importantes as conquistas de todos esses anos, me ajudaram na formação como atleta, como competidor, e me ajudaram a chegar preparado na Copa. Acho importante ter jogadores acostumados a ganhar e jogar em alto nível. Seria a cereja do bolo ganhar a Copa, mas tem que se reconhecer esse histórico”, prosseguiu o lateral-direito, reconhecendo o currículo notável que possui.
Recém-campeão inglês com o Manchester City, Danilo também soma em sua carreira dois Campeonatos Português, um Campeonato Espanhol, uma Copa da Liga Inglesa, uma Supercopa da Europa, duas Ligas dos Campeões, uma Libertadores, uma Copa do Brasil e um Mundial de Clubes. Basta saber se a lista de troféus de respeito que o jogador possui em breve constará também uma Copa do Mundo.
Tecnologia do Blogger.