Fifa exclui árbitro saudita da Copa após tentativa de manipulação

 (Foto: Karim Jaafar/AFP)
A Fifa anunciou nesta quarta-feira que removeu o árbitro saudita Fahad Al Mirdasi da lista de juízes que trabalharão na Copa do Mundo da Rússia. A decisão se dá após o apitador ter sido banido permanente na Arábia Saudita, em razão de uma acusação de manipulação de resultados.

Há duas semanas, Mirdasi foi banido do futebol local após a Federação de Futebol da Arábia Saudita (SAFF, na sigla em inglês)  ter revelado um esquema de manipulação de resultados feitos por ele para a decisão da Copa do Rei da Arábia Saudita.

Segundo divulgado, o árbitro teria entrado em contato com o presidente de um dos clubes finalistas do torneio e oferecido um favorecimento na decisão em troca por um pagamento de suborno. O mandatário não concordou e acabou denunciado o juíz para a Federação.

A entidade então trocou o responsável para a apitar a final algumas horas antes da bola rolar e Fahad Al Mirdasi acabou sendo detido. À polícia o apitador confessou o seu pedido frustrado de suborno.

Além do árbitro principal, a Fifa também removeu os dois assistentes sauditas que estariam apitando partidas na Copa do Mundo da Rússia. A organizadora da competição revelou não haverá um substituto para o árbitro, enquanto os dois assistentes serão substituídos por dois adicionais dos Emirados Árabes Unidos.

Fahad Al Mirdasi faz parte do quadro de árbitros da Fifa desde 2011 e trabalhou na Copa das Confederações do ano passado, na Rússia. Ele também apitou algumas partidas durante os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.