Jailson é o grande trunfo do Fluminense de Feira para encarar o Moto Club

Antes de ser um dos principais atletas do Fluminense, Jailson passou pelo Moto Club, onde foi campeão estadual.(Cristiano Alves - Ascom Fluminense de Feira)
Um dos principais jogadores do Fluminense na atualidade é o meia Jailson, um dos artilheiros do time na Série D com seis gols marcados e que caiu nas graças da torcida. O experiente jogador vai ter uma emoção especial na 2ª fase da Série D, já que o tricolor feirense vai encarar o Moto Club, equipe que o atleta esteve antes de vir para Feira de Santana.  

Jailson chegou ao clube maranhense no começo deste ano, onde disputou o campeonato estadual e foi peça importante na conquista do título maranhense por parte do Moto. Mas, mesmo com todo o prestigio, o atleta preferiu deixar a equipe para vir para o Fluminense. “São coisas que acontecem, mas o importante é que deixei muitos amigos lá, ainda tenho contato com todos, a saudade é grande, mas agora estou focado no Fluminense e independente de qualquer coisa teremos duas grandes partidas”, garantiu.

O meio-campista não imaginava que o encontro com ex-clube fosse logo agora. “Imaginava que isso fosse acontecer na semifinal onde os dois já estivessem classificados para a Série C. Mas isso não aconteceu e agora um vai ter que eliminar o outro, o que é uma pena porque são dois times fortes com torcidas apaixonadas. Enfim, temos que passar por essa situação, mas a vida é assim: é encarar o desafio e superar”, declarou Jailson. 

Jailson vai dar uma ajuda a mais ao treinador Evandro Guimarães na hora de armar a estratégia de jogo do Touro do Sertão. “Lá mudou pouca coisa: eles mantiveram a base, só eu e outro colega que deixaram o time. O entrosamento é uma arma forte deles, mas com certeza nosso técnico é muito inteligente e vai saber armar o time de forma que a gente faça logo um bom resultado domingo e na próxima semana administrar o resultado lá”, disse.

Somente nas partidas contra o Campinense/PB na primeira fase que Jailson “passou em branco”, porém contra o Moto Club, ele vai perseguir o gol e garante que se marcar vai comemorar. “Gosto de todos lá, mas hoje eu sou Fluminense, estou aqui muito bem, feliz e se Deus me abençoar com a marcação do gol vou comemorar. A amizade fica fora do campo porque lá dentro, na hora que a bola rolar, cada qual defende sua equipe e eu vou defender o Fluminense e lutar muito para que a gente avance na Série D”, declarou.  
Tecnologia do Blogger.