Liga Europa vai conhecer os dois finalistas que vão disputar o troféu da temporada

AFP / Boris HORVAT
A Liga Europa vai conhecer nesta quinta-feira os dois finalistas que vão disputar o troféu em Lyon, dia 16 de maio, com os jogos de volta das semifinais entre RB Salzburg-Olympique de Marselha e Atlético de Madrid-Arsenal.

O Olympique, que venceu por 2 a 0 o jogo de ida na França, e o Atlético de Madri, que conseguiu empate em 1 a 1 em Londres, saem com vantagem para os duelos de volta. Mas nada está definido nesta eliminatória.

Os franceses desconfiam dos austríacos, que surpreenderam ao chegar entre os quatro melhores times da competição e que já venceram por 1 a 0 no duelo entre as equipes durante a fase de grupos da competição.

O Olympique, campeão da Liga dos Campeões em 1993, não disputa uma final de torneio continental desde que perdeu em 2004 a Copa da Uefa para o Valencia.

Depois do primeiro duelo na semana passada, o técnico Rudi Garcia insistiu para a equipe ser prudente, apesar do resultado positivo para o time francês: "é preciso ser humildes, nada está conseguido".

O RB Salzburg já demonstrou recentemente do que é capaz jogando em casa. Nas quartas de final contra a Lazio, o time perdeu por 4 a 2 jogando na Itália mas conseguiu uma virada espetacular com goleada por 4 a 1 diante de sua torcida.

"Faz falta sangue frio, porque não podemos tomar gols. Temos que acreditar em nós mesmos, porque teremos 30.000 torcedores ao nosso lado", declarou nesta quarta-feira o técnico do Salzburg, Marco Rose.

Na outra semifinal, tudo parece mais aberto entre os grandes Atlético de Madrid e Arsenal, que empataram em 1 a 1 em um resultado que abre as portas do imprevisível na eliminatória.

Os Colchoneros, que encararam o jogo de ida com 10 jogadores durante boa parte do tempo, buscaram o empate na reta final com gol do francês Antoine Griezmann. O gol sofrido em casa complica a tarefa dos 'Gunners'.

"Sabemos que Diego Costa pode fazer a diferença, jogou na Inglaterra e teve boas atuações lá. Tentaremos silenciá-lo e talvez seja melhor jogar no campo do Atlético e menos no nosso", indicou o técnico francês Arsène Wenger.

A experiência dos comandados de Diego Simeone em competições europeias na última década, com títulos da Liga Europa, em 2010 e 2012, e vice-campeonatos da Liga dos Campeões, em 2014 e 2016, reforçam o time espanhol.

"Temos 50% de chances. Ultimamente nas Copas nenhum resultado te dá qualquer tipo de tranquilidade", indicou Simeone.

"Nesta etapa final, cresce muito a capacidade de adaptação, de controlar as emoções, jogar como time e sobretudo ser respaldado por uma estrutura de conjunto", acrescentou o treinador, que não vai poder ver o jogo do campo por ter sido expulso na partida de ida.

No Arsenal, o objetivo é poder chegar à decisão para despedir-se de Arsène Wenger em alto nível. O francês vai deixar o comando da equipe após 22 anos no cargo, com a chance de levantar o primeiro troféu continental.

"Criamos chances na ida, mas a bola não entrou. Queremos recriar esta situação em que tivemos ocasiões", acrescentou o francês.

Para os londrinos, conquistar a Liga Europa é a última chance de disputar a Liga dos Campeões da próxima temporada.

-- Programação dos jogos da semifinal da Liga Europa, pelo horário de Brasília:

- Quinta-feira:

(16h05) RB Salzburg (AUT) - Olympique de Marselha (FRA)

Atlético Madrid (ESP) - Arsenal (ING)

Final na quarta-feira, dia 16 de maio, em Lyon
Tecnologia do Blogger.