Mayra Aguiar é prata e Brasil fecha Grand Prix com quatro medalhas

(Foto: Gabriela Sabau/IJF)
No último dia do Grand Prix de Hohhot, na China, o Brasil fechou sua participação na competição com quatro medalhas: uma prata e três bronzes – além de quatro quintos lugares. Mayra Aguiar (78kg) foi a responsável por faturar a prata, enquanto Samanta Soares (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Rafael Silva (+100kg) conquistaram o bronze.

Vale lembrar que o torneio marca a abertura oficial da classificação para o Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020. No próximo dia 05 de junho a seleção se reapresenta e embarcará para um período de treinos no Japão nas cidades de Hamamatsu e Tóquio.

Mayra começou bem nas preliminares, vencendo Oyungerel Amarsaikhan, Zhenzhao Ma e Sama Hawa Camara, todas por ippon. A decisão pelo ouro marcou a reedição da semifinal do último campeonato mundial contra a japonesa Ruika Sato que, desta vez, levou a melhor sobre a brasileira, por ippon. Em três competições nesta temporada, Mayra acumula três medalhas: duas pratas e um bronze, e é a atual líder do Ranking Mundial.

No pódio do meio-pesado feminino, Samantha Soares garantiu a dobradinha brasileira ao lado de Mayra, depois de vencer a disputa pelo bronze contra a sul-coreana Yujin Park por waza-ari.

Os outros bronzes vieram com os pesos pesados Maria Suelen Altheman e Rafael Silva, o “Baby”. Suelen caiu nas quartas para a chinesa Yan Wang, mas se recuperou na repescagem sobre Jiaqi Li, também da China, e bateu a francesa Anne Bairo por ippon na disputa pelo bronze.

“Baby” foi o melhor de sua chave, vencendo Zarko Culum e Roy Meyer para chegar à semifinal, onde parou para Duurenbayar Ulziibayar. Na luta pelo bronze, o brasileiro venceu Javad Mahjoub por ippon no golden score e garantiu seu segundo pódio internacional consecutivo depois de ser bronze também no Grand Slam de Ecaterimburgo, na Rússia.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.