Rafael Lima valoriza vitórias do América Mineiro contra concorrentes diretos na largada da Série A e projeta duelo contra o Vasco: “Jogo dificílimo”

Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa 
Atual campeão da Série B, o América Mineiro não esconde que o seu objetivo inicial na elite nacional em 2018 é manter-se entre os 16 primeiros colocados. Para conquistar essa meta, o Coelho deu um passo importante ao iniciar a competição vencendo dois jogos como mandante diante de Sport e Vitória, clubes que assim como o América Mineiro tem menor poder de investimento na Série A.

Capitão do Coelho e presente como titular nos três jogos da equipe mineira até então no Brasileirão, Rafael Lima enaltece a largada positiva do time comandado por Enderson Moreira. “Nosso número mágico é somar de 45 a 48 pontos para conquistarmos a permanência na elite. Por isso, essas duas vitórias dentro de casa foram importantíssimas, pois são rivais que, em tese, brigarão na mesma faixa que nós brigaremos. Já deixamos o Sport e o Vitória para trás na tabela de classificação e precisamos manter isso para não termos sustos ao longo da competição. Temos condições sim de fazermos uma boa Série A, mas sempre com os pés no chão e cientes dos nossos objetivos”, declarou o camisa 3 americano.

Na última segunda-feira, o América Mineiro superou o Vitória por 2×1. A partida foi a de número 70 de Rafael Lima pelo Coelho. “É gratificante olhar para trás e saber que ao longo de pouco mais de um ano já tenho 70 jogos pelo clube. Já pude conquistar respeito e admiração de todos dentro e fora do clube. Isso é algo especial. Me sinto feliz com a camisa do América e espero continuar escrevendo uma bonita história no clube”, ressaltou o zagueiro que marcou o gol do título da Série B no ano passado.

Em terceiro lugar na tabela do Brasileirão, o América Mineiro volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Vasco no estádio de São Januário. Rafael Lima, que na última vez que enfrentou o cruzmaltino venceu o duelo defendendo as cores da Chapecoense, projeta o compromisso em solo carioca. “O Vasco é um gigante do futebol brasileiro. Possue um elenco com excelentes jogadores e um treinador, o Zé Ricardo, que deu um padrão de jogo para equipe e também confiança aos jogadores. Certamente será um jogo dificílimo. Mas, na última vez que estivemos no Rio de Janeiro, fizemos um jogo de igual para igual contra o Flamengo e corrigindo pequenos erros que tivemos naquela partida poderemos sim surpreender o Vasco”, finalizou.
Tecnologia do Blogger.