São Raimundo vence o Baré nos pênaltis e sagra-se tricampeão roraimense

 Foto: Reprodução (GE.COM/RR)
O Campeonato Roraimense chegou ao fim nesta terça-feira (01) no estádio. Pela terceira vez consecutiva, o São Raimundo levantou a taça de campeão. O tricampeonato veio na vitória contra o Baré nas cobranças de pênaltis. Nos 90 minutos se encerrou em 2 a 2, nas penalidades 3 a 0.

O mundão chegou a abrir o placar e estar na vantagem com dois gols. O primeiro foi de Luan e o segundo de Igor, mas o Baré não seu deixou abater e reagiu. Pelo lado do macuxi colorado, Yuri e Stanley deixaram tudo igual.

Com o empate, o campeonato foi decidido nos pênaltis. Nas cobranças, quem se deu melhor foi o São Raimundo que converteu três das quatro cobranças, já o índio da consolata desperdiçou as três primeiras.

O Baré precisaria vencer o mundão e consequentemente conquistar o returno para forçar a partida decisiva. Já o São Raimundo se consagrou campeão estadual ao vencer o primeiro e o segundo turno.

O jogo teve bastante intensidade nos primeiros 10 minutos, com o Baré chegando ao ataque em três oportunidades, mas sem concluir com êxito ao gol. Depois, o ritmo ficou mais cadenciado. O Mundão teve mais posse de bola no geral e criou duas boas chances. A primeira com Raí, finalizando de fora e acertando a trave. Na segunda, o lateral Luã chutou de muito longe, a bola pegou efeito e "matou" o goleiro, que só olhou a bola morrendo no meio do gol.

Com a vantagem no placar, o São Raimundo-RR adotou boa postura defensiva na segunda etapa. Para o Baré, restava partir para o ataque, até porque precisava empatar a partida para se manter na briga pelo título. Em meio à muita disputa, o Mundão ainda teve chances para matar o jogo, mas não teve êxito nas conclusões ao gol do goleiro Júnior. O Colorado conseguiu penetrar a defesa do São Raimundo-RR, empatou aos 40 minutos com Stanley. E, no abafa nos minutos finais, Peu cruzou para a área, encontrando Iury, que raspou na bola e 'matou' o goleiro Diego. Tudo igual, com gol de empate aos 50 minutos da etapa final. A decisão foi para os pênaltis.

Com mais essa coisa conquista, o time comandado pelo técnico Chiquinho Viana chega ao tricampeonato consecutivo, 2016, 2017 e 2018.

Tecnologia do Blogger.