Sport engata nova virada, bate Atlético-MG e sai fortalecido de sequência dura na Série A

(Foto:Paulo Paiva)
Era uma sequência tenebrosa com Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras e Atlético-MG. Mas, dela, o Sport saiu mais do que vivo. Saiu maduro. Com lastro para encarar a Série A. Com exceção da partida em que perdeu para a Raposa, o Leão só fez subir na tabela. Após o empate com o Alvinegro, a equipe engrenou dois jogos elétricos e com roteiros recheados por reviravoltas. Após o 3 a 2 sobre o Palmeiras, no último sábado, foi a vez de repetir o placar em cima do Atlético-MG, na Ilha do Retiro, na noite desta quarta-feira.

Com gols de Rogério, Gabriel e Michel Bastos, os rubro-negros decretaram um novo triunfo extremamente decisivo para crescer na competição. Agora, com 14 pontos, a equipe se vê imersa em uma disputa pelas primeiras posições (veja a classificação atualizada). No próximo sábado, o time vai a Porto Alegre para encarar o Internacional em uma nova tentativa de manter a grande fase no Campeonato Brasileiro.

Primeiro tempo

O jogo começou à altura das expectativas ofensivas. Marcado como os dois times que mais finalizam certo na Série A, Sport e Atlético-MG estavam elétricos. Até os cinco minutos, por exemplo, tiveram quatro chances de gol. Do lado rubro-negro, um cruzamento de Rogério passou por toda a área, levando perigo. Além disso, Rafael Marques acertou uma cabeçada próximo da trave. Já o Galo teve um contra-ataque com Róger Guedes e outro chute de Ricardo Oliveira que explodiu em Ronaldo Alves, após erro de passe do próprio zagueiro.

A etapa inicial também ficou marcada pela já conhecida disposição do Sport em marcar. O time adiantou todas as linhas e pressionou o visitante a errar os passes no campo defensivo o quanto pôde. Com isso, conseguiu controlar o jogo em vários momentos. Ainda assim, o Atlético-MG, forte ofensivamente,  produziu chances pelo lado esquerdo. Improvisado na lateral, após a contusão de Cláudio Winck e a suspensão de Raul Prata, Fabrício voltou a mostrar deficiência na marcação. Não conseguiu acompanhar os avanços de Róger Guedes e de Fábio Santos. 

Em um desses lances, o lateral do Galo cruzou na cabeça de Ricardo Oliveira e obrigou Magrão a fazer grande defesa aos 19 minutos. Ali, no entanto, acabou o perigo. E o Sport voltou a crescer até abrir o marcador. Aos 29, Anselmo, melhor jogador rubro-negro no ano, acertou uma linda assistência do meio-campo para Rogério, que driblou Victor e completou para as redes. O atacante, uma das novidades na escalação por causa da contusão de Neto Moura, também quase fez o segundo de cabeça no fim da etapa inicial.

Segundo tempo

Após o intervalo, a partida também retornou elétrico. Logo aos três minutos, o Atlético atacou o lado direito do Sport e conseguiu empatar a partida. Após cruzamento, Sander conseguiu salvar a cabeçada de Luan, mas Cazares estava livre para completa para o gol. Após a nova falha defensiva, o Leão voltou a propor o jogo, mas não conseguiu ser efetivo no ataque e acabou castigado. Aos 20, em nova subida pelo lado esquerdo,  Ricardo Oliveira aproveitou uma falha dupla de Fabrício, que marcou mal e depois deu condição para o atacante virar.

Na sequência, porém, a partida tomou uma nova reviravolta em apenas quatro minutos. Aos 22, Gabriel chutou forte de perna esquerda e contou com desvio na zaga para empatar. Aos 26, pênalti para o Sport convertido com segurança por Michel Bastos, substituto de Marlone. Depois da virada, os rubro-negros voltaram a mostrar qualidade e maturidade para segurar o placar a favor e a festa na Ilha do Retiro.
Ficha do jogo
Sport 3
Magrão; Fabrício, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Fellipe Bastos (Deivid, aos 29min do 2ºT), Rogério (Carlos Henrique, aos 27min do 2ºT), Gabriel e Marlone (Michel Bastos, aos 18min do 2ºT); Rafael Marques. Técnico: Claudinei Oliveira
Atlético-MG 2
Victor; Emerson, Bremer, Gabriel, Fábio Santos; Adilson (Elias, aos 28min do 2ºT), Gustavo Blanco (Alerrandro), Cazares; Luan (Matheus Galdezani, aos 25min do 2ºT), Róger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Local: Ilha do Retiro (Recife)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)
Assistentes: Rodrigo Corrêa (Fifa/RJ) e Thiago Farinha (RJ) 
Gols: Rogério (29min do 1ºT); Cazares (3min do 2ºT); Ricardo Oliveira (20min do 2ºT); Gabriel (22min do 2ºT); Michel Bastos (26min do 2ºT)
Cartões amarelos: Anselmo, Fabrício, Magrão (S); Adilson, Matheus Galdezani  (A)
Público: 15.605 pessoas
Renda: R$ 241.945,00

Fonte:Super Esportes
Tecnologia do Blogger.