Criciúma faz o dever de casa e vence o São Bento com gol no fim

Foto: Guilherme Hahn / Especial
Foi com sofrimento até o fim, mas o Criciúma conseguiu interromper o jejum de três jogos sem vencer na Série B. Jogando em casa, o Tigre teve dificuldades diante do São Bento em uma noite de pouca inspiração, mas um gol salvador aos 40 minutos do segundo tempo garantiu a vitória tricolor.

O resultado deixa o time catarinense na 18ª posição, com 12 pontos, e abre a possibilidade de saída da zona de rebaixamento na rodada seguinte. O próximo compromisso do Tigre será na quinta-feira, às 21h, mais uma vez em casa. O visitante será o Figueirense, que quer se manter na luta pelo acesso. O Alvinegro não conseguiu um bom resultado neste sábado.

Pouca inspiração

O São Bento começou melhor o jogo e teve mais presença no campo ofensivo até a metade do primeiro tempo. Os visitantes tiveram mais facilidade para avançar pelo lado esquerdo, onde o improvisado Ralph não defendia bem pelo flanco direito do Criciúma. Mas a zaga do Tigre esteve soberana tanto pelo alto quanto por baixo, graças a uma boa atuação de Nino.

O Criciúma criou uma boa chance aos 10 minutos. Em boa jogada pelo lado esquerdo, a bola passou por Eduardo e sobrou para Elvis finalizar, mas o meia chutou em cima da marcação. Aos 20, foi a vez de Luiz ser testado. O goleiro defendeu um chute rasteiro de fora da área. Foi a primeira participação dele no jogo em que vestiu a camisa de número 200, em referência à quantidade de jogos pelo Tigre.

A melhor oportunidade tricolor foi aos 24 minutos. Marlon avançou pela esquerda e cruzou na medida para Zé Carlos. O atacante cabeceou bem, mas o goleiro Rodrigo Viana fez uma linda defesa.

O jogo permaneceu aberto no primeiro tempo, com o Criciúma melhor a partir dos 20 minutos, mas o placar continuou fechado.

Substituições decisivas

As equipes voltaram sem alteração do intervalo o panorama do jogo continuou igual no início da segunda etapa. O técnico Mazola Júnior esperou até os 15 minutos do segundo tempo para fazer mudanças. Ele colocou Liel na vaga de Ralph e moveu Eduardo para fazer a lateral direita. Alex Maranhão, de atuação discreta, deu lugar a João Paulo.

Foi justamente João Paulo quem criou uma das melhores chances do segundo tempo, na primeira participação. O atacante cruzou da direita com perfeição para Zé Carlos, sozinho, no segundo poste, mas o atacante cabeceou para fora. 

O Tigre levou  um susto aos 24 da etapa final. Dudu Vieira recebeu à frente da marcação dentro da área e passou tocou para Ronaldo, tirando o goleiro Luiz da Jogada. O atacante do time paulista chegou dividindo com Nino, que tocou na bola e quase fez contra, mas Marlon apareceu para tirar em cima da linha.

Antes do Criciúma abrir o placar, João Paulo ainda obrigaria o goleiro Rodrigo Viana a fazer uma boa defesa numa cobrança de falta, aos 39.

Mazola deu mais velocidade ao time com a entrada de Andrew no lugar de Zé Carlos. Mas foi Liel o substituto que deu o melhor resultado. Aos 40 minutos, Elvis cobrou escanteio da direita e o volante subiu sozinho no meio da área para cabecear com perfeição e fazer o único gol da partida.

O time carvoeiro soube administrar bem o placar até o fim do jogo e não correu riscos.



FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA - 1
Luiz; Ralph (Liel), Nino, Fábio Ferreira e Marlon; Eduardo, Marlon Freitas, Elvis e Alex Maranhão (João Paulo); Vitor Feijão e Zé Carlos (Andrew). Técnico: Mazola Júnior.

SÃO BENTO - 0
Rodrigo Viana; Lucas Farias, Luizão, Douglas Assis e Paulinho; Fábio Bahia, Doriva, Diogo Oliveira (Daniel) e Everaldo; Marcelinho (Dudu Vieira) e Ronaldo (Ricardo Bueno). Técnico: Diego Kami Mura. 

ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Tiago Augusto Kappes Diel (trio do RS)
GOL: Liel, aos 40 do 1ºT (C)
CARTÕES AMARELOS: Ralph e Vitor Feijão (C). Everaldo (S)
LOCAL: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
PÚBLICO: 2.084, para renda de R$ 40.080,00


Fonte:DC
Tecnologia do Blogger.