Croácia vence, elimina Islândia e avança com 100% de aproveitamento

Foto:JOE KLAMAR/AFP
Depois de um primeiro tempo de poucas emoções em Rostov, a Croácia acelerou a troca de passes no começo da segunda etapa e saiu na frente com Badelj. Ciente da necessidade da vitória para sonhar com a classificação, a Islândia se lançou ao ataque e até chegou ao empate, com Sigurdsson, porém, Perisic deu um banho de água frio no sonho islandês e garantiu os 100% de aproveitamento dos croatas na primeira fase.

Com o resultado, a Croácia chegou aos sete pontos, encerrou a primeira fase na liderança do Grupo D e voltará a jogar o mata-mata após 20 anos. Enquanto, a Islândia termina sua primeira participação no torneio com um ponto somado em três partidas. No outro duelo da chave, vitória da Argentina, que garantiu a classificação.

Nas oitavas de final da Copa do Mundo, a Croácia medirá forças contra a Dinamarca, segunda colocada do Grupo C, em Nizhny Novgorod, às 15 horas (de Brasília) do domingo. Os argentinos, por sua vez, encaram a França às 11 horas do sábado, em Kazan.

Primeiro tempo de pouco inspiração

Precisando ganhar de qualquer maneira, a Islândia começou adiantando a linha de marcação e parecia que ia mudar seu estilo de jogo para ditar o ritmo da partida. No entanto, a Croácia soube furar a estratégia do oponente, que retomou sua postura mais comum, de esperar o adversário e sair em velocidade nos contra-ataques.

Sem objetividade nos passes, os croatas não ofereciam perigo. Já os islandeses pecavam na construção de suas jogadas e a bola não chegava em boas condições para os atacantes finalizar. Diante desse cenário, o único momento de certa emoção nos primeiros 30 minutos foi um arremesso lateral cobrado Gunnarsson para a área, onde Magnússon desviou na primeira trave, mas ninguém apareceu na segunda para completar.

Na base da bola lançada à área, seja parada, no lateral ou em jogo, a Islândia retomou a superioridade nos momentos finais do primeiro tempo. Aos 40, Finnbogason desarmou o adversário, tabelou com Sigurdsson e bateu no cantinho, porém, a redonda saiu caprichosamente rente à trave direita. Mais tarde, Gunnarsson recebeu na entrada da área e forçou Kalinic a fazer bela defesa.

Perisic dá a vitória aos croatas 

A Croácia voltou ligada do intervalo e no primeiro momento em que acelerou a troca de passes criou uma boa trama. Badelj foi acionado e chutou de média distância, carimbando o travessão de Halldórsson. Na sequência, o goleiro não teve tanta sorte. Perisic cruzou para a área, a bola desviou na zaga e caiu na medida para Badelj, que dessa vez não desperdiçou a oportunidade e estufou as redes em um belo voleio.

Os islandeses quase empataram no momento seguinte. Principal nome da equipe de Heimir Hallgrímsson, mas pouco atuante na partida, Sigurdsson cobrou escanteio para Ingason subir mais alto que a defesa e cabecear forte, porém, no travessão.

Precisando virar a partida para sonhar com a classificação, o treinador da Islândia tirou o zagueiro R. Sigurdsson e colocou o atacante Sigurdarson. A mudança fez efeito e os islandeses instauraram uma verdadeira pressão. Em uma das bolas lançadas à área, Lovren fez o corte com o braço e o juiz sinalizou pênalti. Na cobrança, Sigurdsson bateu com segurança, no meio do gol, para empatar o duelo.

Na reta final, a partida se tornou aberta. Já classificada, a Croácia não abdicava do ataque, enquanto a Islândia foi para o “tudo ou nada”. Melhor para os croatas, que chegaram ao segundo gol Perisic, venceram a partida e avançaram para as oitavas de final com 100% de aproveitamento.

FICHA TÉCNICA
ISLÂNDIA 1X2 CROÁCIA

Local: Arena Rostov, em Rostov (Rússia)
Data: 26 de junho de 2018, terça-feira
Horário: 15h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Antonio Mateu (Espanha)
Assistentes: Pau Cebrian Devis (Espanha) e Roberto Díaz Pérez (Espanha)
Cartões amarelos: Pjaca e Jedvaj (Croácia). Hallfredsson, Finnbogason e Saevarsson (Islândia)
Gols:
CROÁCIA: Baldelj aos sete minutos do 2ºT e Perisic aos 44 minutos do 2ºT.
ISLÂNDIA: Sigurdsson aos 30 minutos do 2ºT.

ISLÂNDIA: Hannes Halldórsson, Birkir Saevarsson, Sverrir Ingi Ingason, Ragnar Sigurdsson (Björn Bergmann Sigurðarson) e Hördur Magnússon; Emil Hallfredsson, Aron Gunnarsson, Gylfi Sigurdsson e Birkir Bjarnason; Johann Berg Gudmundsson e Alfred Finnbogason.
Técnico: Heimir Hallgrímsson

CROÁCIA: Lovre Kalinic, Tin Jedvaj, Duje Caleta-Car, Vedran Corluka e Josip Pivaric; Mateo Kovacic (Ivan Rakitić), Milan Badelj e Luka Modric (Filip Bradarić); Andrej Kramaric, Ivan Perisic e Marko Pjaca (Dejan Lovren).
Técnico: Zlatko Dalic


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.