No sufoco, Federer salva match points e vence Paire na Alemanha

 (Foto: FRISO GENTSCH / DPA / AFP)
Poucos discutem que Roger Federer é um dos maiores tenistas da história, principalmente jogando na grama. Porém também vão ser poucos os que irão negar que o atual líder do ranking da ATP teve um de seus confrontos mais difíceis nesta temporada. O suíço precisou de mais de duas horas para vencer o francês Benoit Paire, por 2 sets a 1, parciais 6/3, 3/6 e 7/6 (9-7) e avançar para as quartas de final do ATP 500 de Halle.

O primeiro set já mostrou que o confronto seria complicado para Federer, isso porque o francês não dava chances para o suíço durante seus serviços e teve a primeira chance de quebra do jogo. Mesmo com dificuldades, Roger conseguiu confirmar o game e quebrar o saque de Paire, para vencer a primeira parcial por 6/3.

A estratégia de Paire deixava o jogo parelho e, por isso, o tenista não mudou a forma de jogar, mesmo com a derrota na primeira parcial. No segundo set, o francês teve um desempenho excepcional, chegando a abrir 4 a 0 em games a seu favor. Federer até mostrou reação ao devolver uma das quebras, mas viu o forte adversário vencer por 6/3 e levar a decisão para o terceiro set.

Na última parcial, o jogo ficou ainda equilibrado, com os dois tenistas dando poucas chances para o adversário. Paire teve uma chance de quebra, enquanto que Federer chegou a ter dois match points, mas o francês ganhou os pontos cruciais, levando para o tiebreak.

No game desempate, Federer elevou ainda mais o nível e abriu 3 a 1, com um minibreak a favor. No entanto, Paire não só empatou como virou para 5 a 3. Pressionado, o líder do ranking mundial reagiu, salvou depois dois match points e não deu chances para o francês, fechando o tiebreak em 9 a 7 e o jogo em 2 sets a 1. Agora, o suíço enfrenta o australiano Matthew Ebden, que venceu o alemão Philipp Kohlschreiber.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.