Suécia faz três no México, avança às oitavas e elimina a Alemanha

(Foto: Anne-Christine POUJOULAT / AFP)
O dia 27 de junho de 2018 ficará marcado para a história do futebol sueco. Isso porque a seleção nacional conseguiu um resultado que poucos esperavam: venceram o México por 3 a 0 e, além de garantirem vaga para as oitavas de final desta Copa do Mundo, terminaram como primeiro lugar do Grupo F. Agora, a Suécia esperam o resultado do Grupo E para saber quem enfrentarão na próxima fase.

Com o resultado, o México garantiu vaga para as oitavas de final em uma Copa do Mundo pela oitava vez seguida (desde 1986) mas perdeu a chance de, pela primeira vez vencer três jogos seguidos em um Mundial. Os mexicanos tiveram um dos piores resultados da equipe nos últimos anos, mas não foram eliminados já que a Alemanha não conseguiu vencer a Coreia do Sul.

O Jogo – Precisando de um bom resultado para evitar a eliminação, a Suécia partiu para cima do México logo no primeiro minuto de jogo. Rapidamente, Larsson cobrou falta para área, Berg conseguiu cabecear para o meio e, dentro da pequena área, Granqvist acabou furando uma excelente oportunidade dos suecos.

Motivados pela chance criada, os suecos se mantiveram no campo de ataque e criaram mais uma jogada ofensiva, desta vez aos cinco minutos iniciais. Forsberg arriscou um belo chute e obrigou Ochoa a fazer excelente defesa. No rebote, Granqvist pediu pênalti, porém o árbitro argentino nada assinalou.

Pressionados em campo, os mexicanos responderam aos 16 minutos. Em saída de bola errada dos adversários europeus, Lozano, um dos destaques da Copa do Mundo, deu belo passe para Carlos Vela, que acertou belo chute que passou muito perto da trave do goleiro Olsen. Logo em seguida, Forsberg apareceu livre na área e perdeu uma excelente oportunidade para a Suécia.

Um dos jogadores mais observados em campo era Chicharito Hernández. Com boas atuações nos dois primeiros jogos do time neste Mundial e maior artilheiro da história do México, o atacante chegou à marca de 50 gols com a camisa da seleção mexicana, feito conquistado apenas por ele na história do país.

Curiosamente, o jogador participou da grande “polêmica” da primeira etapa. Aos 27 minutos, o atacante tentou dominar a bola com o peito, porém acabou utilizando a mão para partir em contra-ataque, lance que imediatamente foi reclamado pelos suecos. O árbitro da Argentina revisou a imagem com o VAR, porém interpretou que o mexicano não teve intenção e nada marcou.

No segundo tempo, os suecos mantiveram o ritmo e finalmente chegaram  ao gol. Logo aos quatro minutos,  Claesson furou o chute na marca do pênalti e a bola sobrou para Augustinsson, que acertou um belo chute para abrir o marcador a favor da Suécia. Apesar de estar bem posicionado, o goleiro Ochoa nada pode fazer, já que o chute do atacante foi forte e à queima-roupa.

Com o gol, os suecos não perderam tempo e ficaram ainda mais confiantes para conseguir a classificação. Em belo contra-ataque, Berg sofreu pênalti de Moreno após o jogador mexicano tentar tirar a bola com um carrinho. Na cobrança, o zagueiro Granqvist acertou belo chute, ampliou o marcador e fez seu segundo gol na Copa do Mundo. Totalmente desanimados, os mexicanos ainda viram o zagueiro Edson Álvarez se atrapalhar após cobrança de lateral e mandar para a própria meta, ampliando para a Suécia.



FICHA TÉCNICA
MÉXICO 0 X 3  SUÉCIA 

Local: Arena Ecaterimburgo, em Ecaterimburgo (Rússia)
Data: 27 de junho de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana (ARG) e  Juan Pablo Belatti (ARG)
Cartões amarelos: Gallardo (MEX) e Larsson (SUE)
Gols: Suécia: Augustisson (04 do 2/T) , Granqvist (16 do 2°T) e contra Álvarez (28° do T)

MÉXICO: Ochoa; Alvarez, Moreno, Herrera e Salcedo; Guardado (Jesus Corona), Gallardo (Fabián) Layún (Peralta)e Carlos Vela; Lozano e Chicharito Hernández
Técnico: Juan Carlos Osorio

SUÉCIA: Olsen; Lustig, Lindelöf, Granqvist e Augustinsson; Claesson, Larsson (Svensson,  Ekdal (Hiljemark) e Forsberg; Berg (Thelin) e Toivonen
Técnico: Jan Olof Andersson


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.