América segura pressão do Santos e conquista primeira vitória como visitante no Brasileiro

Foto:Marco Galvão/Diário do Litoral/Estadão Conteúdo
Enfim, o América venceu a primeira partida fora de casa nesta temporada da Série A do Campeonato Brasileiro. Foi extremamente sofrido, mas os três pontos estão 'na conta'. Com estratégia exclusivamente defensiva para sair em contra-ataques, o Coelho conseguiu o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Santos com Ruy, de pênalti, ainda na primeira etapa e se segurou com um 'ônibus alviverde estacionado na área' o resto da partida.

Além do primeiro triunfo fora de casa nesta temporada do Brasileiro, foi também a primeira vez que o América bateu o Santos na Vila Belmiro na história da competição. Com a vitória, o Coelho volta à primeira metade da tabela. A equipe mineira está, agora, na 10ª colocação, com 20 pontos. O Santos caiu uma posição e é o 16º, com 16 pontos.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o América recebe o Palmeiras, às 16h de domingo, no Independência. Um dia antes, no sábado, também às 16h, o Santos visita o Botafogo, no Nilton Santos.

Pressão santista, fortaleza americana

Sem três peças importantes – Leandro Donizete, Wesley e Rafael Moura – para o confronto com o Santos, Adilson Batista resolveu mudar a estratégia de jogo e atuar nos contra-ataques na Vila Belmiro. Sem um centroavante 'de ofício', o América tinha no meia Ruy seu homem mais avançado em campo. Mas, muitas vezes, ele também fazia parte da primeira linha de marcação na intermediária alviverde.

Foi assim que o Coelho atuou por todo o primeiro tempo de partida. Concentrado próximo a área de João Ricardo e tentando encaixar um contragolpe. A equipe mineira foi dominada pelo Santos, que teve 71% de posse de bola nos 45 minutos iniciais. Ainda assim, com muita instabilidade no setor ofensivo, o Peixe chutou 12 vezes – nenhuma no alvo –, mas não conseguiu grandes oportunidades para marcar.

Dessa forma, o plano proposto por Adilson Batista funcionou. Aos 26', o Santos teve sua melhor oportunidade, com Victor Ferraz pegando sobra dentro da área e chutando perigosamente, mas para fora. Na sequência, a oportunidade americana apareceu. Marquinhos recebeu lançamento, entrou na área e foi deslocado por Alison. De pênalti, Ruy abriu o placar na Vila. 1 a 0.

Ônibus alviverde estacionado

O América voltou para a segunda etapa com a mesma aplicação defensiva. Por vezes, se protegia com uma linha de seis e outra de quatro jogadores. Serginho Chulapa tentou alterar o panorama e trocou Eduardo Sasha, sentindo dores na coxa, por Yuri Alberto. Logo aos 3', Dodô levantou com perfeição na área para Gabriel Barbosa, que passou por trás da zaga, mas bateu em cima de João Ricardo.

Chulapa fez nova alteração com 15', colocando Jean Mota na vaga de Pituca. Depois de ver Rodrygo carimbar o travessão, em cobrança de falta aos 21', Adilson sacou Magrão por Zé Ricardo. A pressão do Santos se intensificou na parte final da etapa complementar. Rodrygo deu trabalho mais uma vez aos 22'. A joia santista limpou a marcação e cruzou na cabeça de Gabriel, que errou mais uma vez.

A tônica do jogo se seguia. Com a intermediária congestionada, o Santos passou a arriscar em chutes de fora da área. Aos 32', o Peixe teve sua melhor oportunidade, mas Yuri Alberto desperdiçou. João Ricardo deu rebote em chute de longe de David Braz, e o atacante santista, livre, bateu para fora. Aos 37', o zagueiro Gustavo Henrique acertou a trave ao completar cruzamento de cabeça.

Nos minutos finais, o Santos se lançou ao ataque, mas falhou nas tentativas e viu o América se segurar na defesa para ficar com os três pontos e subir para a 10ª posição no Brasileiro.

SANTOS 0 x 1 AMÉRICA

Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Dodô; Alison e Diego Pituca (Jean Mota); Rodrygo, Gabriel Barbosa (Arthur), Eduardo Sasha (Yuri Alberto) e Bruno Henrique
Técnico: Serginho Chulapa

América
João Ricardo; Aderlan, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; David, Juninho, Giovanni e Gérson Magrão (Zé Ricardo); Ruy (Judivan) e Marquinhos (Ademir)
Técnico: Adilson Batista

Gols: Ruy, aos 38' do 1ºT (América)
Cartões amarelos: Carlinhos e Juninho (América); Alison e Gustavo Henrique (Santos)

Público: 8.691
Renda: R$ 155.868,00

Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data e hora: domingo, 29 de julho, às 19h
Árbitro: Rafael Traci (PR)


Fonte:Super Esportes
Tecnologia do Blogger.