Atlético bate o lanterna e sobe uma posição na Série B

(Foto: Sebastião Nogueira / O Popular)
A subida ainda não é totalmente segura e confiável, mas o Atlético pegou o elevador da Série B do Brasileiro e, na noite desta quarta-feira (4), quebrou uma pequena escrita negativa - não havia vencido três vezes seguidas na temporada. Pois a terceira vitória foi conquistada no Estádio Olímpico, sobre o Boa Esporte (MG), lanterna da competição.

Frio no primeiro tempo, mas fogoso na etapa final, quando fez os gols, o Dragão fez as honras da casa, bateu o adversário e ficou numa boa situação na Série B. Agora, soma 22 pontos e se aproxima da turma do andar de cima, o grupo dos quatro melhores colocados (G4), em que o jovem time rubro-negro pretende chegar nas próximas rodadas.

Para quem briga para se aproximar, e entrar, no grupo dos quatro melhores colocados (G4) da Série B, o Atlético não tem recebido públicos condizentes com a pretensão. Na noite de ontem, a torcida atleticana foi pequena para incentivar o time no local que gosta de chamar de “a casa do Atlético”. Lanterna da Série B, o Boa havia batido o Goiás (2 a 1) no Serra Dourada - única vitória - e, na rodada passada, empatou fora com Guarani (1 a 1). Precisa reagir, mas não conseguiu ontem.

O Dragão teve quatro novidades: Renato Kayzer, Bruno Santos, João Paulo e João Pedro, que está voltando aos poucos ao time após período fora do clube - foi emprestado à base do Corinthians, sem destaque.

Pouco se viu de interessante entre os times. Algumas tentativas e poucas conclusões, muita correria e ausências de jogadas trabalhadas, bastante disposição e falta de inspiração, muitos passes errados e nada de lances interessantes. No Boa, dois ex-atleticanos, os xarás Willian Barbio e William Schuster, se destacaram.

Assim, os goleiros pouco trabalharam. Jefferson fez uma boa defesa e o visitante Fabrício teve de sair em alguns cruzamentos. Os torcedores tiveram poucos motivos para vibrar. Na melhor chance, Manoel chutou por cima, à frente da meta atleticana. Sobraram vaias, merecidas, quando o árbitro apitou o fim do primeiro tempo, um dos piores do Dragão na Série B.

Algo de melhor precisava ocorrer para tirar o sorriso dos rostos carrancudos dos torcedores atleticanos. Pedido feito, logo satisfeito, ao gosto do freguês, O jovem time do Dragão passou a cuspir fogo. Ofensivo, aberto e tocando a bola, chegou ao gol. Decisivo nos últimos jogos, Renato Kayzer abriu o placar. Bola trabalhada, João Pedro ajeitou e o Kayzer atleticano bateu rasteiro - Atlético 1 a 0, aos 9 minutos. Alegria em dobro, logo depois, na sequência da bola trabalhada. Aposta do técnico Claudio Tencati, Bruno Santos acertou belo chute, rasteiro - 2 a 0, aos 13 minutos, no terceiro triunfo seguido do Atlético na temporada 2018 e na Série B.
Tecnologia do Blogger.