Com dois gols nos acréscimos, Bahia empata com o Atlético-MG e fecha rodada fora do Z-4

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia
Em jogo que fechou a 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia empatou em 2 a 2 com o Atlético-MG na noite desta segunda-feira (30), na Arena Fonte Nova e chegou ao quinto jogo sem derrota na Série A. Não faltou emoção no jogo. O Galo saiu na frente com Matheus Galdezani e o empate só veio aos 38 do segundo tempo, com Gilberto. Aos 46, Ricardo Oliveira colocou o alvinegro na liderança, mas o Bahia empatou com Régis no último lance.

O resultado de igualdade colocou o Esquadrão de Aço fora do Z-4, com 17 pontos. A equipe volta a jogar na próxima quinta-feira (2), contra o Palmeiras, pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil.

O JOGO

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia
O Bahia começou o jogo atacando o Atlético-MG e logo no primeiro minuto a equipe tricolor pediu pênalti após uma queda de Marco Antônio na grande área. A arbitragem, porém, mandou o lance seguir.

Galdezani marca para o Galo

A resposta do Galo foi com bola na rede. Aos quatro minutos, Patric avançou pela direita e cruzou para Ricardo Oliveira, mas Grolli cortou parcialmente dentro da area. Na sobra, Chará ajeitou a bola para Matheus Galdezani, que bateu para o gol e saiu para comemorar o primeiro tento da partida.

Aos oito minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou com Léo, que bateu firme de fora da área para grande defesa do goleiro Victor. Cinco minutos depois, após boa troca de passes do Atlético-MG, Luan bateu cruzado e a bola desviou para escanteio.

Forte na presença ofensiva, o Bahia seguia tentando o empate. Com 22 de jogo, após levantamento na área, Vinícius cabeceou sem pretensão, mas exigiu agilidade e atenção do goleiro Victor para segurar a bola. Aos 35, após tabela entre Bruno e Elton, o lateral-direito cruzou e Edigar Junio cabeceou muito perto do gol.

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia
Aos 43, mais um ataque do Bahia, após jogada de Marco Antônio na esquerda, a bola ficou nos pés de Edigar Junio, que finalizou em cima da defesa alvinegra. No fim do primeiro tempo, em jogada do ataque do Galo, Chará tocou para Galdezani na entrada da área e o volante finalizou por cima. 

Segundo tempo

O Bahia seguiu ofensivo para conseguir empatar o jogo. No primeiro minuto, depois de jogada no lado direito do ataque, Marco Antônio finalizou da entrada da área, mas a bola foi bloqueada pela defesa do Atlético-MG. Aos 15 minutos, Vinícius cobrou escanteio e Tiago cabeceou muito próximo da meta.

Na sequência, o zagueiro tricolor cortou errado um cruzamento e quase marcou contra. Anderon estava atento e mandou a bola para a linha de fundo. Aos 20 minutos, um lance chamou a atenção. Poucos segundos após entrar no lugar de Vinícius, o meia Régis simulou uma falta dentro da área e foi punido com o cartão amarelo.

Aos 32 minutos, a torcida e a equipe tricolor voltaram a pedir por uma penalidade máxima depois da bola bater no braço de Iago Maidana dentro da área. Wilton Pereira Sampaio não considerou uma infração.

Gilberto empata o jogo

Depois de muita pressão, o Tricolor chegou ao empate. Régis cobrou falta rápida para Gilberto, que estava em posição de impedimento. De fora da área, o atacante mandou uma bomba de fora da área e venceu o goleiro Victor.

Gols no fim

Emoção no fim do jogo. Aos 46 minutos, depois de jogada individual de Chará, Ricardo Oliveira ficou livre e tocou para o gol. Quando todos já contavam com o triunfo do Galo, Régis mandou uma bomba de fora da área e balançou a rede.

FICHA TÉCNICA
Bahia 2 x 2  Atlético-MG
Campeonato Brasileiro - 16ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 30/07/2018 (Segunda-feira)
Horário: 20h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de Goiás)
Adicionais: Breno Veira Souza e Bruno Rezende Silva (ambos de Goiás)
Cartões amarelos: Bruno, Vinícius, Grolli, Régis (Bahia) / Patric, Victor (Atlético-MG) 
Gols: Matheus Galdezani e Ricardo Oliveira (Atlético-MG) / Gilberto e Régis (Bahia)

Bahia: Anderson; Bruno, Grolli, Tiago e Léo; Elton e Gregore; Marco Antônio (Mena), Vinícius (Régis) e Edigar Junio (Élber); Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Atlético-MG: Victor; Patric, Gabriel, Iago Maidana e Juninho; José Welison, Elias e Matheus Galdezani (Cazares); Luan (Terans), Chará, e Ricardo Oliveira.Técnico: Thiago Larghi
Tecnologia do Blogger.