Com gol de Marta, Brasil vence o Japão no Torneio das Nações

(Foto: AFP)
Depois de perder na estreia para as australianas por 4 a 2, o Brasil se recuperou nos Torneio das Nações. Jogando no Pratt & Whitney Stadium, em Connecticut, nos Estados Unidos, as brasileiras sofreram, mas derrotaram o Japão por 2 a 1, com gols de Marta e Bia.

Depois de um primeiro tempo de domínio japonês, a seleção brasileira voltou outra do intervalo. Apertando a saída de bola, as comandadas de Vadão cresceram de produção e abriram 2 a 0, com Marta e Bia. Masuya ainda diminuiu para as asiáticas, mas já era tarde para buscar um empate.

Através do resultado, o Brasil conquista os primeiros três pontos e chega à última rodada do torneio com chances de alcançar o primeiro lugar. Na próxima quinta-feira, o Brasil encerra a competição diante das donas da casa às 21h30 (de Brasília), enquanto o Japão cumpre tabela diante das australianas às 18h45.

O Jogo
Como de costume, o Japão se impunha na partida e construía suas jogadas a partir de toques curtos desde o campo de defesa. Em contrapartida, o Brasil buscava explorar a velocidade de seu ataque através de bolas longas. A estratégia brasileira teve no êxito nos primeiros momentos da partida, mas as japonesas se estabilizaram e dominaram o primeiro tempo.

Logo aos quatro minutos, Debinha arriscou de fora da área e Ikeda espalmou. O troco das asiáticas veio com Miura, que aproveitou falha da defesa canarinha e forçou Aline a fazer boa intervenção. Na sequência, Iwabuchi obrigou a arqueira brasileira a realizar outra defesa.

A partida seguiu intensa, mas as duas equipes tinhas dificuldades para terminar as jogadas em arremates. O Japão se mantinha melhor, mas a defesa do Brasil conseguiu travar o último passe ou impossibilitar as finalizações. Na chance derradeira, Yokoyama cobrou falta e Aline defendeu com segurança.

Apertando a saída de bola do adversário, o Brasil voltou outro do intervalo. Depois de criar boas oportunidades, a tática deu resultado e através de Marta as brasileiras abriram o placar. Raquel roubou bola no ataque e tocou para a cinco vezes melhor do mundo girar e bater cruzado, balançando as redes.

Nos últimos 10 minutos, a partida ganhou em emoção. As comandadas de Vadão ampliaram a vantagem aos 45, quando Raquel encontrou Bia, que deu o corte, a defensora passou seca, e a atacante teve só o trabalho de bater de chapada para marcar.

O Japão ainda diminuiu nos acréscimos, com Masuya, e exerceu uma pressão em busca do empate. Mas, já era tarde. Vitória das brasileiras por 2 a 1.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.