Com gol relâmpago, Bahia perde para o Sampaio Corrêa na 1ª partida da final do Nordestão

 (Lucas Almeida/Futura Press)
Considerado favorito ao bicampeonato da Copa do Nordeste, o Bahia agora terá que correr atrás do prejuízo para ficar com a taça. Na noite desta quarta-feira (4), no estádio Castelão, o Tricolor sofreu um gol relâmpago depois de uma cobrança de escanteio e perdeu por 1 a 0. Para vencer, o Esquadrão de Aço terá que vencer por dois gols de diferença. Em caso de 1 a 0 para o Bahia, o troféu será dado ao vencedor nos pênaltis. 

As duas equipes voltam a se enfrentar neste sábado, às 17h30 (de Brasília), na Arena Fonte Nova.
 
O JOGO

Uillian abre o placar

O Sampaio Corrêa abriu a partida em cima do Bahia. E acabou sendo premiada com a liderança no placar. Antes do relógio completar um minuto, Uillian recebeu cobrança de escanteio e cabeceou de forma letal, sem dar chances ao goleiro.

(Foto: Elias Auê)
Após o ataque positivo da "Bolívia Querida", o jogo ficou no lá e cá, com direito a erros de passes e algumas faltas duras. Até os 23 minutos, o Bahia não tinha conseguido uma finalização efetiva. A grande chance apareceu aos 25. Depois de cruzamento de Nino, Régis completou e Andrey defendeu. Na sobra, Zé Rafael mandou para o gol, mas a bola explodiu na defesa.

Aos 30 minutos, depois de uma jogada pela esquerda, Júnior Brumado aproveitou sobra, chutou com a perna direita, mas não deu trabalho ao goleiro. Sem causar maiores perigos na sequência, a equipe se resumiu aos ataques sem efetividade. pelo lado esquerdo.

Segundo tempo

A segunda etapa começou equilibrada, com os dois times tentando o ataque. Após falha de Nino Paraíba no lado direito, o
Sampaio ficou perto do gol, mas a defesa do Bahia provocou escanteio. Na cobrança, Anderson tentou tirar de soco, mas a
bola bateu em seu rosto e quase facilitou a vida do time do Maranhão.

Sampaio quase marca

Aos 16, João Paulo Penha recebeu passe em profundidade e ficou de frente para Anderson. O ex-Bahia tentou encobrir o
goleiro, mas Nino Paraíba conseguiu afastar a bola da grande área. Na sequência, o Bahia teve boas oportunidades.

Aos 17 minutos, a Bolívia perdeu uma chance inacreditável. Uilliam saiu cara a cara com o goleiro e bateu de cavadinha na saída de Anderson, mas a bola passou raspando a trave.

Aos 18 minutos, Régis dividiu com o zagueiro ao receber na grande área e acabou caindo. Nada foi marcado. Na sequência, ele
recebeu outro passe de frente para o gol, bateu e o zagueiro Joécio afastou de cabeça.

Com 29 minutos de jogo, a torcida do Bahia quase gritou gol. Após cobrança de falta de Vinícius, Tiago cabeceou, Andrey rebateu e a bola voltou para o arqueiro do Sampaio. Dez minutos depois, Vinícius mandou uma bomba de fora da área e obrigou o goleiro a fazer uma grande defesa do arqueiro.

Nos acréscimos, o gol de empate ficou próximo. Aos 46, Tiago não aproveitou a sobra e bateu em cima da defesa. Depois, Vinícius invadiu a área, tentou ajeitar para Élber, mas a defena afastou. Antes do fim, o Tricolor criou uma grande jogada e marcou. No entando, a jogada foi parada pelo impedimento de Nino Paraíba marcado pela arbitragem.

O Esquadrão de Aço voltou ao ataque aos 39 minutos. Vinícius mandou uma bomba, mas o goleiro defendeu. Na cobrança de escanteio, Lucas Fonseca desviou e Élber cabeceou, mas Maracás conseguiu afastar.

Apesar da pressão nos últimos minutos do Bahia, o time do Maranhão conseguiu sair com o triunfo.

FICHA TÉCNICA
Sampaio Corrêa 1 x 0 Bahia
Copa do Nordeste - Final (1º jogo)

Local: Castelão, em São Luís (MA)
Data: 04/07/2018 (quarta-feira)
Horário: 21h45
Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Renan Aguiar da Costa (ambos do CE)
Gol: Uillian (Sampaio Corrêa) 
Cartões amarelos: Nino Paraíba (Bahia)
 
Sampaio Corrêa: Andrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; Willian Oliveira, Diego Silva (Silva), Fernando Sobral, Danielzinho e João Paulo Penha (Fumaça); Uillian Barros. Técnico: Roberto Fonseca


Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson e Gregore; Zé Rafael, Régis (Vinícius) e Mena (Élber); Júnior Brumado (Geovane Itinga). Técnico: Enderson Moreira.
Tecnologia do Blogger.