Coritiba empata com a Ponte em casa e perde chance de entrar no G4

 (Foto: Coritiba/Divulgação)
O Coritiba recebeu a Ponte Preta na noite deste sábado, no Couto Pereira, pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Precisando de uma vitória para entrar no G4 da competição, o Coxa não fez por onde e após sofrer bastante no primeiro tempo, teve de se contentar com o empate em 0 a 0 com a Macaca.

Com o resultado, o Coritiba se mantém na sexta colocação da Segundona, com 28 pontos. Embora não tenha conseguido balançar as redes mesmo jogando em casa, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Baptista chegou ao seu terceiro jogo consecutivo sem derrota.

Na décima colocação, a Ponte Preta, por sua vez, tinha a oportunidade de colar nas primeiras posições em caso de um resultado positivo fora de casa e até mostrou no primeiro tempo um desempenho compatível com seu objetivo, mas caiu de rendimento na etapa complementar, o que acabou forçando o empate sem gols em Curitiba.

O jogo – Apesar de a Ponte Preta ter se saído melhor no primeiro tempo, a primeira oportunidade da partida foi do Coritiba. Aos oito minutos, Vitor Carvalho decidiu experimentar de fora da área e contou com o desvio da zaga para iludir o goleiro Ivan. A bola, no entanto, passou caprichosamente rente à trave direita do arqueiro rival, não entrando por pouco.

Daí em diante só deu Ponte Preta. Aos 11 minutos, Paulinho tentou a tabela na entrada da área, a zaga do Coritiba se antecipou para fazer o corte, mas a sobra ficou com Igor Vinícius, que invadiu a área e bateu cruzado. O gol só não foi convertido porque Leandro Silva apareceu na hora “h” para interceptar a finalização e afastar o perigo.

Com facilidade para chegar ao gol adversário pelos lados do campo, a Ponte Preta seguiu pressionando o Coritiba e exigindo boas defesas de Wilson. Aos 28 minutos, Ruan teve bastante liberdade para finalizar dentro da área e ver o goleiro bloquear o chute. Depois, aos 34, foi a vez de André Luís receber cruzamento na medida de Danilo Barcelos e cabecear forte, mas novamente parou no capitão do Coxa.

Antes de ir para o intervalo, Wilson ainda teve tempo de brilhar mais uma vez tamanho era o espaço dado pela defesa do Coritiba ao adversário. Após boa trama do ataque da Macaca, Júnior Santos finalizou da entrada da área, de primeira, e viu o goleiro rival voar para espalmar a bola e manter o 0 a 0 no marcador.

Segundo tempo

No segundo tempo o técnico Eduardo Baptista viu boa melhora defensiva de sua equipe. Menos espaçado, o Coritiba não sofreu tanto quanto na etapa inicial, contudo, também não conseguiu levar muito perigo à meta defendida por Ivan. Com um jogo mais truncado, ambas as equipes acabaram figurando entre as intermediárias, sem qualquer lance mais agudo e que levantasse a torcida no Couto Pereira.

Somente aos 25 minutos o Coxa, enfim, ameaçou, de fato, o time adversário. Em jogada individual, Yan Sasse ajeitou para a perna boa e soltou uma bomba, que passou rente à trave esquerda de Ivan e explodiu no poste que sustenta a rede do gol pontepretano. Já no minuto seguinte foi a vez de Nathan despertar a torcida ao passar a bola entre as pernas de Renan Fonseca e bater. A defesa da Macaca, no entanto, apareceu no momento certo para travar o arremate e mandar para escanteio.

Já na reta final de partida, o Coritiba teve uma de suas melhores oportunidades da partida, se não a melhor. Chiquinho fez a ultrapassagem pela esquerda, recebeu e bateu firme, cruzado, forçando grande defesa de Ivan, que ao menos garantiu um ponto fora de casa para a Macaca nesta Série B.

FICHA TÉCNICA:
CORITIBA 0 X 0 PONTE PRETA

Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 28 de julho de 2018, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flávio Gomes Barroca (RN) e Lorival Cândido das Flores (RN)

Cartões amarelos: Romércio (Coritiba); João Vitor (Ponte Preta)

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Romércio, Rafael Lima e William Matheus (Chiquinho); Victor Carvalho, Uillian Correira, Yan Sasse (Jean Carlos) e Alisson Farias (Nathan); Guilherme Parede e Jonatas Belusso
Técnico: Eduardo Baptista

PONTE PRETA: Ivan; Igor Vinícius. Léo, Renan Fonseca e Ruan; Nathan, João Vitor (Felipe Saraiva) e Paulinho (André Castro); André Luís, Júnior Santos e Danilo Barcelos (Neto Costa)
Técnico: Brigatti


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.