Galo bate o Paraná e melhora sua situação na tabela

 (Foto: Bruno Cantini / Atlético)
Dois jogos longe da vitória foram suficientes para o Atlético deixar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O triunfo era necessário para melhorar a situação na tabela e recuperar a confiança. Em confronto movimentado, o Galo bateu o Paraná, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Independência.

O Galo não fez uma grande partida tecnicamente. Porém, foi eficiente. No primeiro tempo, quando o time adversário se fechava e criava as melhores oportunidades, o time mineiro marcou o tento. Na etapa complementar a mesma coisa: quando os adversários estavam superiores, Elias ampliou e definiu a partida.

O resultado deixa o Galo com 26 pontos, momentaneamente na terceira colocação – até que a rodada acabe. O Paraná com apenas 13 tentos, luta dentro da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Atlético vai até a Fonte Nova e enfrenta o Bahia, na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília). O Paraná enfrenta o Palmeiras, no domingo, às 11h, em São Paulo.

Primeiro tempo

O técnico Thiago Larghi tinha alguns problemas para armar seu time para o duelo contra o Paraná. O principal por causa de Luan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Além disso, Matheus Galdezani foi expulso após o duelo contra o Palmeiras. Nas vagas, David Terans e Tomás Andrade foram acionados. O time também sofreu alterações na defesa, com a entrada de Iago Maidana no lugar de Gabriel, que ficou fora com quadro forte de gripe. Leonardo Silva também retornou de contusão.

O Atlético encontrou bastante dificuldade nos primeiros minutos de jogo. O Paraná chegou no Independência com uma postura muito defensiva. Com isso, o Galo girava a bola, mas tinha problemas para infiltrar na defesa adversária.

Os novos contratados, Terans e Chará se mostravam bem, com destaque, sobretudo, para Yammi que conseguia fazer um bom jogo até este momento. Porém, embora tivesse o controle do jogo, o Galo não criava chances para finalizar.

O Paraná, apesar de defensivo, se arriscava no ataque e criava algumas oportunidades. Por duas vezes, o time paranaense aproveitou vacilos atleticanos para chegar contra a meta de Victor. O arqueiro atleticano precisou, inclusive, fazer duas boas defesas.

Aos 38, o Galo chegou ao primeiro gol. Após falta em Chará, Terans fez a cobrança e colocou na cabeça de Leonardo Silva.

Segundo tempo

Na etapa complementar, com a tranquilidade do placar, o Atlético foi mais cauteloso. Já o Paraná se lançou ao ataque. Nos primeiros 10 minutos, a equipe visitante conseguiu criar, pelo menos, duas boas oportunidades.

O técnico Thiago Larghi, atento ao certo domínio do Paraná no meio campo, fez uma alteração no meio campo. Tomás Andrade deixou o gramado para a entrada de Lucas Cândido.

Apesar de não sofrer tanto, o Galo ainda assim não conseguia agredir o adversário, criar contra-ataques.

Quando o Paraná era melhor, criando mais oportunidades, agredindo o Galo e sendo superior, o Galo ampliou a contagem. Em vacilo na saída de bola do Paraná, Elias roubou a bola e saiu na cara do gol, tendo trabalho só de tirar do arqueiro adversário e sair para comemorar.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 x 0 PARANÁ

Data: 25 de julho de 2018, Quarta
Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)

Cartões: Leonardo Silva (Atlético)
Cartão vermelho: Lucas Cândido (Atlético)
Gols: Leonardo Silva, aos 38 minutos do primeiro tempo, Elias, aos 28 minutos do segundo tempo (Atlético)

ATLÉTICO–MG: Victor, Patric, Maidana, Leonardo Silva, Fábio Santos (Carlos Gabriel), José Welison, Elias, David Terans (Bruno Roberto), Chará, Tomas Andrade (Lucas Candido), Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Junior, Cléber Reis, René e Mansur; Leandro Vilela (Torito González), Alex Santana (Raphael Alemão), Nadson e Caio Henrique; Silvinho, Rodolfo.
Técnico: Rogério Micale
Tecnologia do Blogger.