Presidente da FIA pede Brasil mais forte na Fórmula 1

(Foto: Fabrice Coffrini/AFP)
Jean Todt, presidente da FIA, que está no Brasil para divulgação da campanha internacional de trânsito falou sobre o assunto. Porém, a grande pauta do mandatário acabou sendo a participação do Brasil na categoria automobilística.

A reunião ainda contou com a presença de Felipe Massa, e representantes da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), da Associação Automobilística do Brasil (AAB) e do Automóvel Clube Brasileiro (ACB).

Curiosamente, Todt chegou a ser o chefe da Ferrari nos tempos de Massa e Rubens Barrichello como pilotos. O presidente citou a formação de pilotos jovens no Brasil. “Este país tem mais de 200 milhões de habitantes e forte tradição no automobilismo. É preciso contar com mais pilotos nas categorias de base”, afirmou.

Vale lembrar que neste ano, o Brasil não tem nenhum piloto na Fórmula 1. Algo que não acontecia desde 1969. A última grade participação de um piloto do país foi Felipe Massa em 2008, que ficou com o vice-campeonato. O campeão, foi o inglês Lewis Hamilton, que na ocasião conquistou o seu primeiro título.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.