Santa Cruz goleia o Confiança, em casa, por 4 a 0 e se aproxima da classificação para as quartas

O tricolor agora está com 24 pontos, a três da classificação para as quartas de final
O cálculo era simples: para se classificar às quartas de finais sem depender de resultados, a equipe do Santa Cruz precisava vencer dois dos três últimos jogos da fase de grupo da Série C do Brasileirão. Tarefa difícil, mas não impossível, já que duas das partidas seriam disputadas no Arruda, diante da torcida coral e a primeira delas contra um adversário ferido por nove jogos de jejum, o Confiança. E o primeiro passo foi dado neste sábado, diante de 8.700 torcedores, com uma vitória acachapante por 4 a 0 sobre o Confiança, válida pela 16ª rodada do Grupo A.

O tricolor agora está com 24 pontos, a três da classificação, que pode ser conquistada na próxima partida, domingo (5), contra a Juazeirense, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, Bahia, às 16h. Já o Confiança estaciona nos 19 pontos e vê o fantasma do rebaixamento se aproximar. O próximo adversário é o Atlético do Acre, no estádio Florestão.

O Jogo
O técnico coral Roberto Fernandes escondeu o jogo e surpreendeu ao deixar Machowski no banco e entrar em campo com o meia Carlinhos Paraíba. Robinho, que era dúvida, também foi confirmado no time. Jogando em casa e precisando do resultado o Santa partiu pra cima do Dragão logo no início do primeiro tempo. A pressão inicial deu resultado, na primeira chegada do tricolor aos 6 minutos, Arthur Rezende tocou no cantinho do gol de Genivaldo depois de boa jogada de Willian Maranhão e abriu o placar. Logo em seguida o Confiança tentou responder com Tito e Diego, mas a defesa do Santa afastou. O tricolor encontrava muito espaço na defesa do Dragão e aos 12 minutos, Maílton quase ampliou em tabela com Robinho.

O Dragão tentava, mas não conseguia assustar a defesa do Santa Cruz, que tinha amplo domínio da partida. Aos 29, Pipico aproveitou cruzamento certeiro de Maílton, subiu mais alto que toda a defesa azulina e testou para o gol, sem chance para Genivaldo. Este foi o quinto tento do artilheiro na Série C. O Confiança parecia perdido em campo, sem acertar nada no ataque e errando na defesa. Com isso, o tricolor se sentia confortável para continuar criando boas chances de marcar.

Segundo Tempo
O Santa Cruz voltou para o segundo tempo sem mudanças. Já o técnico Betinho tentou equilibrar o Confiança com a entrada de Everton. O tricolor continuou com o domínio das ações no jogo, mas o time sergipano começou a ter melhores oportunidades do que no primeiro tempo. Aos 16 minutos o Confiança quase diminuiu o placar. A zaga do Santa falhou e Ricardo Ernesto fez grande defesa com o pé em chute de Ítalo. 

A intensidade de jogo do Mais Querido já não era a mesma do primeiro tempo, o time dava mais espaços e não tinha mais a mesma facilidade de chegar no ataque. Mesmo assim, aos 34, o cruzamento de Maílson encontrou Jaílson dentro da área e o  meia completou para o gol. Aos 37, Pipico foi derrubado dentro da área. O atacante mesmo foi para a cobrança e sacramentou a vitória do Santa, no Arruda. 

Ficha do jogo
Santa Cruz 4
Ricardo Ernesto; Maílton, Danny Morais, Sandoval (Augusto Silva) e Allan Vieira (Eduardo Brito); Willian Maranhão, Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende; Jailson, Robinho  e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes.  

Confiança 0
Genivaldo; Apodi (Ítalo),Vinícius Simon, Rodolfo e Radar; Diogo (Everton), Flávio, Lucas Vinícius (Frontini) e Rafael Villa,Tito e Léo Ceará. Técnico: Betinho. 

Local: Arruda, no Recife
Data: 28/07/2018
Árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)
Assistentes: Luiz H. Souza Santos Renesto e Weber Felipe Silva (ambos do PR)
Cartões: Allan Vieira (S), Arthur Rezende (S), Pipico (S), Flávio (C)
Gols: Arthur Rezende (6 min 1T) Pipico (29 min 1T, 34 min 2T), Jaílson (37 min 2T)
Público:8.700 torcedores
Renda: R$ 72.791,00


Fonte:Super Esportes
Tecnologia do Blogger.