São Bento vence Atlético-GO e volta a flertar com parte de cima da tabela

(Foto: Jesus Vicente / Repórter Autônomo)
O São Bento conquistou uma importante vitória neste sábado em busca de sua reabilitação na Série B do Campeonato Brasileiro. Recebendo o Atlético-GO no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, os donos da casa tiveram um começo fulminante para abrirem o placar e, posteriormente, ampliarem no segundo tempo, garantindo o triunfo por 2 a 1.  Anderson Salles, de pênalti, e Diogo Oliveira marcaram para o São Bento. Oliveira descontou para o Dragão.

Com o resultado, o São Bento chegou à sua segunda vitória consecutiva. Agora com 24 pontos, a equipe sorocabana espera manter a mesma toada nas próximas rodadas para, enfim, reencontrar o bom futebol mostrado no início da temporada.

O Atlético-GO, por sua vez, chegou à terceira rodada sem vencer e vai se complicando na briga por uma vaga no G4. Atualmente na sétima posição, com 27 pontos, o Dragão já liga o alerta para não deixar seus principais concorrentes pelo acesso se distanciarem na tabela.

O jogo – Precisando da vitória para voltar a figurar na parte de cima da tabela, o São Bento começou a partida a todo vapor. Logo aos cinco minutos, Cléo Silva perdeu uma grande oportunidade após receber cruzamento na medida de Paulinho e cabecear sem marcação. O arremate, no entanto, não foi certeiro, saindo pela linha de fundo.

Um minuto depois, os donos da casa tiveram mais sorte. Aos seis minutos, Dudu Vieira recebeu na entrada da área, conduziu e acabou derrubado por Pedro Bambu. O árbitro Gilberto Rodrigues Castro Júnior não titubeou e marcou pênalti. Na cobrança, o zagueiro Anderson Salles bateu com perfeição, deslocando o goleiro e mandando no cantinho para estufar as redes e abrir o placar em Sorocaba.

Daí em diante o São Bento conseguiu segurar bem o ímpeto dos adversários, que não deram muito trabalho para o goleiro Rodrigo Viana. A dificuldade em criar alguma oportunidade de gol era tamanha, que o Atlético-GO teve de apelar para chutes de longa distância. Aos 27, por exemplo, Renato Kayser decidiu experimentar em cobrança de falta na intermediária, mas o arqueiro anfitrião estava ligado para ficar com a bola e garantir a vantagem de sua equipe no primeiro tempo.

Segundo tempo

Logo no início da etapa complementar, a conversa que o técnico Cláudio Tencati teve com os jogadores pareceu surtir efeito. No primeiro minuto, Rômulo acionou Júnior Brandão nas costas do zagueiro. O atacante, por sua vez, já recebeu batendo e por pouco não empatou para o Atlético-GO, mandando para fora. Cinco minutos depois, foi a vez de Renato Kayser assustar em cobrança de falta direta para o gol, forçando boa defesa de Rodrigo Viana.

Após o susto inicial do Dragão, os donos da casa se restabeleceram no jogo e passaram a ameaçar. Branquinho, aos oito minutos, teve ótima oportunidade para fazer o segundo gol do São Bento ao receber na direita de Diogo Oliveira, conduzir a bola e bater firme, contudo, mandou por cima do gol. Pouco depois, Diogo Oliveira fez boa trama com Cléo Silva e arrematou da entrada da área, mas a bola novamente foi para fora.

Após tanta insistência, o São Bento conseguiu ampliar aos 25 minutos com Diogo Oliveira. Desta vez, o meia recebeu bom passe de Joãozinho e bateu no cantinho do goleiro Jefferson para fazer o segundo gol da equipe sorocabana e garantir o importante triunfo sobre o Atlético-GO nesta Série B.

Antes do apito final, o Atlético-GO ainda teve tempo para descontar graças ao gol de Oliveira, que levou a melhor sobre Dudu Vieira e cabeceou firme para fazer o gol. A reação do Dragão, no entanto, não foi suficiente para frustrar a busca dos donos da casa por mais três pontos na competição.

FICHA TÉCNICA
SÃO BENTO 2 X 1 ATLÉTICO-GO

Local: estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)
Data: 28 de julho de 2018, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE)
Público: 2538 pessoas
Renda: R$ 34.840,00

Gols: Anderson Salles, aos sete minutos do 1ºT, e Diogo Oliveira, aos 25 minutos do 2ºT (São Bento); Oliveira, aos 44 minutos do 2ºT (Atlético-GO)
Cartões amarelos: Tony, Diogo Oliveira e Paulinho (São Bento); Renato Kayser (Atlético-GO)

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Tony, Ewerton Páscoa (Luizão), Anderson Salles e Paulinho; Fábio Bahia, Dudu Vieira e Doriva (Diogo Oliveira); Branquinho (Joãozinho), Ricardo Bueno e Cléo Silva
Técnico: Marquinhos Santos

ATLÉTICO-GO: Jefferson; Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Bruno Santos; Rômulo, Pedro Bambu e João Paulo (Tomas Bastos); Renato Kayser (Denilson), Junior Brandão e André Luis (Júlio César)
Técnico: Cláudio Tencati


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.