Atlético-AC segura ABC, vence no Frasqueirão, e joga Alvinegro para 8ª colocação

Acreanos seguraram o ABC fora de casa, que se despede de forma melancólica da Série C
O ABC passou boa parte do jogo em cima do Atlético-AC, no Frasqueirão, atrás de fechar sua participação na Série C e na temporada de 2918, com uma vitória, porém acabou sendo surpreendido pelos visitantes que com um gol de Rafael Tanque, nos minutos finais de partida, garantiu mais uma vitória em cima do Alvinegro. Com a terceira derrota consecutiva, os potiguares acabaram no limite da zona de classificação, a frente apenas de Salgueiro e Juazeirense, que foram os rebaixados do grupo A. Os atleticanos, com os três pontos, garantiram a segunda colocação.

ABC e Atlético-AC como se esperava faziam um jogo sem grandes emoções, mas o time potiguar que queria encerrar sua participação no Brasileirão com um vitória, resolveu se fazer mais presente no ataque, mas com dificuldade de entrar na área da equipe acreana, chegou com perigo num chute da entrada da área de Rafinha, que acertou o travessão do gol defendido por Babau.

Se não estava como time principal, o Atlético-AC mostrou que pelo menos está com sorte, por que logo depois foi a vez do zagueiro Henrique, cobrando falta na entrada da área, acertar outra bola no travessão, no mesmo lugar do chute de Rafinha.

A partida era praticamente um ataque contra defesa, uma vez que os acreanos poucos conseguiam chegar na área alvinegra. Mas em termos ofensivos, os potiguares não conseguiam dar uma boa sequência às suas investidas e só voltou a assustar após uma jogada individual de Leomir, que se livrou do marcador na altura da meia lua, chutou com perigo, mas Babau apenas observou a bola passar por cima do travessão.

Para não dizer que não acertou nada em termos ofensivos, na única vez em que conseguiu fazer uma jogada completa, Matheus Carvalho encontrou Henrique, bem colocado na área, o zagueiro desviou para o gol, mas a arbitragem marcou impedimento.

O segundo tempo se desenvolvia do mesmo modo que o primeiro, até os 19 minutos, quando o zagueiro Vinícius cometeu falta, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Ainda que com um homem a menos em campo, o ABC em jogada individual, dessa vez de Erivélton, que saiu driblando seus marcadores, desperdiçou boa oportunidade logo a seguir.

O Atlético-AC finalmente deu o ar de sua graça em termos ofensivos aos 37 minutos, quando Igor fez boa jogada e arriscou um chute que tinha o endereço certo, mas Edson, atento, realizou boa defesa. Naquela que foi a primeira defesa de um dos goleiros em toda partida.

Sempre explorando o setor esquerdo do ataque, principalmente a partir de quando Danielle resolveu abrir ainda mais o seu time, tirando Leomir e colocando Leandro Cearense, o Atlético largou na frente aos 42, quando em outra boa jogada, Léo cruzou para Rafael Tanque mandar para o fundo da rede.

O resultado foi muito comemorado pelos acreanos, que foram a campo com apenas os onze que estavam jogando, mais três atletas para o banco de reservas. Apenas a conta do chá.

O Globo que confirmou presença na Série C do próximo ano, acabou na sétima colocação, uma posição acima do ABC.

FICHA TÉCNICA
ABC:Edson, Daniel, Vinícius, Henrique e Igor; Leomir (Leandro Cearense), Guedes, Erivélton e Matheus Carvalho (Danrlei); Rodrigo Rodrigues e Rafinha (Jorge Eduardo) Técnico: Ranielle Ribeiro.

Atlético-AC:Babau, Geovani, Pé de Ferro, Naldo e Léo (Jefferson); Wilson, Luiz, Marquinhos (Amaral) e Ancelmo; Rafael Tanque e Igor. Técnico: Maurício Carneiro.

Árbitro:Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Gols:Rafael Tanque/ATL (42’/2T)

Público:783 torcedores

Renda:R$ 6.340,00

Local:Estádio Maria Lamas Farache (Frasqueirão)
Tecnologia do Blogger.