Atlético-GO cede empate ao Criciúma no fim, mas volta ao G4

 (Foto: Reprodução/Twitter/Criciúma)
O Atlético-GO está de volta ao G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando fora de casa, no Heriberto Hulse, pela 20ª rodada da competição, o Dragão saiu na frente do Criciúma com João Paulo, já no segundo tempo, mas, após uma confusão nos acréscimos que culminou na expulsão de dois jogadores de cada lado, a equipe goiana se desorganizou e Vitor Feijão marcou aos 50 minutos, decretando o empate em 1 a 1 como o placar final da partida.

Com o resultado, o Tigre chega ao oitavo jogo consecutivo sem derrota em casa, dá continuidade a recuperação na competição e assume o 13º lugar, com 24 pontos. O Atlético-GO, por sua vez, ocupa a quarta colocação, com 31 pontos, três a menos que o vice-líder CSA, derrotado pelo rival Goiás na sexta-feira.

Na rodada seguinte, o Criciúma vai a Campinas, onde enfrenta a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira. Já o Dragão retorna à seus domínios, o Olímpico Pedro Ludovico, para encarar o Coritiba no sábado, às 16h30.

Júnior Brandão desperdiça chances e Criciúma cresce 

Precisando da vitória para se afastar de vez da zona de rebaixamento, o Criciúma ditava o ritmo da partida, mas, com um toque de bola pouco objetivo, não assustava o goleiro Jefferson. O Atlético-GO, por sua vez, demonstrava um repertório maior de criação, alternando entre jogadas de velocidade e cadência.

Em uma das tramas de rapidez, o Dragão aproveitou a linha de defesa adiantada do adversário para criar uma boa chance de gol. João Paulo enfiou para Júnior Brandão, que teve tempo de entrar na área, ajeitar o corpo e buscar o canto oposto de Belliato, no entanto, o goleiro mostrou reflexo e fez grande defesa. Mais tarde, Júlio César cruzou e o centroavante perdeu outra oportunidade ao escorar na trave.

Passados os momentos de susto, os mandantes acordaram na partida e mudaram a postura na troca de passes, arriscando mais tramas verticais. No entanto, a defesa do Dragão, bem posicionada, neutralizava os atacantes do rival. Diante disso, os meio-campistas da equipe de Mazola Júnior decidiram arriscar de longe.

Elvis tentou duas vezes, mas mandou a primeira por cima e a segunda foi bloqueada pela marcação. Já Eduardo tirou demais do gol, e a bola passou rente à trave. Por fim, Marlon Freitas bateu de perto da área e obrigou Jefferson a rebater de manchete.

Dragão sai na frente, mas Tigre empata no apagar das luzes
No início da segunda etapa, o jogo manteve o ritmo intenso da reta final do primeiro tempo. João Paulo deu passe de letra para Renato Kayser, que limpou a marcação e finalizou por cima da meta carvoeira. O troco veio na sequência, quando Marlon recebeu passe de Elvis, cortou o marcador e finalizou, mas a bola caprichosamente passou raspando a trave.

Depois dos 15 minutos, os mandantes cansaram, enquanto o Dragão manteve o ímpeto ofensivo. Diante desse cenário, os comandados de Cláudio Tencati abriram o placar. Renato Kayzer arrematou, Belliato rebateu para o meio da área e João Paulo acertou um belo voleio, balançando as redes.

À princípio o Tigre sentiu o gol, mas Alex Maranhão chamou a responsabilidade e animou sua equipe. Após entrar na partida, o meio-campista recebeu pelo lado esquerdo do campo e acertou um belo chute, carimbando a trave do goleiro Jefferson, que apenas olhou.

Após Jonathan cair na área, os jogadores do Criciúma se irritaram e começou uma confusão generalizada, que culminou nas expulsões de Gilvan e Júnior Brandão, pelos visitantes, e Zé Carlos e Marlon, pelos mandantes. Faltando três minutos para o fim, o time carvoeiro foi com tudo para o ataque e empatou, com Vítor Feijão, que aproveitou sobra da zaga e deu números finais à partida: 1 a 1.

FICHA TÉCNICA 
CRICIÚMA 1×1 ATLÉTICO-GO

Local: Heriberto Hulse, Criciuma (SC)
Data: 11 de agosto de 2018, sábado
Horário: 16h30 (Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Wendel de Paiva Gouvea (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)
Cartões Amarelos: Bruno Santos, Oliveira, André Luís e Jonathan (Atlético-GO). Andrew (Criciúma)
Cartões Vermelhos: Gilvan e Júnior Brandão (Atlético-GO). Zé Carlos e Marlon (Criciúma)
Gols:
ATLÉTICO-GO: João Paulo aos 26 minutos do 2°T.
CRICIÚMA: Vitor Feijão aos 50 minutos do 2°T.

CRICIÚMA: Belliato; Carlos Eduardo (Andrew), Nino, Liel e Marlon; Jean Mangabeira, Marlon Freitas, Eduardo e Elvis (Alex Maranhão); Vitor Feijão e Joanderson (Zé Carlos)
Técnico: Mazola Júnior

ATLÉTICO-GO: Jefferson; Jonathan, Gilvan, Oliveira e Bruno Santos; Rômulo, Pedro Bambu e João Paulo (Fernandes); Renato Kayzer (William Alves), Júnior Brandão e Júlio César (André Luís)
Técnico: Cláudio Tencati


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.