Coritiba vence o Brasil de Pelotas e respira - Atividade Esporte News
⚽Notícias

27 agosto 2018

Coritiba vence o Brasil de Pelotas e respira

Guilherme Parede marcou o único gol na vitória magrinha, que marca o fim do jejum de seis rodadas seguidas sem vencer

Foto: Divulgação/Coritiba
Coritiba voltou a respirar um pouco mais aliviado na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Mais organizado e com uma atuação equilibrada, o time coxa-branca venceu o Brasil de Pelotas por 1×0, na noite desta segunda-feira (27), no Estádio Bento Freitas, interrompeu a série de seis jogos sem vencer, chegou aos 33 pontos e subiu para a 10ª colocação na classificação. Ainda a quatro pontos do G4, o Verdão, depois de fazer quatro jogos em nove dias, terá uma semana para se preparar para enfrentar o Boa Esporte, terça-feira que vem, dia 4, no Couto Pereira.

Novamente com várias mudanças, o Coritiba iniciou bem a partida. Mas o filme dos últimos jogos, quando sofreu gols no início, quase se repetiu diante do Brasil de Pelotas. Aos 5 minutos, Pereira fez boa jogada, bateu forte e, no rebote de Wilson, Lourency chutou livre e o goleiro coxa-branca fez grande defesa. A bola ainda sobrou para Alex Ruan, que bateu forte, mas a bola saiu por pouco.

Depois de tomar um sufoco inicial e de ficar pouco com a bola, o Coritiba conseguiu, aos poucos, equilibrar a partida. A primeira chance de marcar veio aos 11 minutos. Jean Carlos cobrou falta, Marcelo Pitol se atrapalhou, mas defendeu. Um pouco mais organizado do que nas últimas jornadas, o time coxa-branca abriu o placar aos 19 minutos. Guilherme Parede fez grande jogada pela esquerda, passou por dois marcadores e bateu sem chances para o goleiro xavante.

O gol deu um pouco mais de tranquilidade ao Coritiba. A pressão, na verdade, passou para o lado do Brasil de Pelotas. O time, então, passou a jogar nos erros da equipe gaúcha e o segundo gol quase veio aos 33 minutos. Guilherme Parede antecipou Nirley, mas chutou fraco dentro da área. Na sequência, o time xavante quase empatou. Em cobrança de falta, Alex Ruan subiu livre, mas cabeceou para fora.

Com a marcação bem encaixada, o Coritiba, em vantagem, conseguia ter o controle da partida. Assim, com espaços, o time coxa-branca conseguia levar perigo à meta de Marcelo Pitol. Pouco participativo até então, o atacante Bruno Moraes quase ampliou já no final do primeiro tempo, mas o goleiro do time gaúcho defendeu o chute do centroavante alviverde.

O Brasil de Pelotas voltou do intervalo mais ofensivo. O time xavante ensaiou uma pressão nos primeiros minutos, passou a apostar nas jogadas pelas laterais e quase conseguiu o empate aos 6 minutos. Pereira cruzou e Léo Bahia, livre na pequena área, mandou por cima. Na sequência, foi a vez de Alex Ruan chutar, mas o chute do lateral saiu a esquerda do goleiro Wilson.

O adversário desmanchou o esquema três zagueiros e foi com tudo em busca do empate. O time coxa-branca, bem postado defensivamente, tinha espaços para atacar, mas não tinha a qualidade necessária para concluir bem os contra-ataques. Já o time gaúcho, sem ter muito poder de criação, insistia nas bolas aéreas e que foram bem controladas pela zaga alviverde.

O Coritiba, no primeiro contra-ataque que conseguiu encaixar, quase ampliou a vantagem. Aos 30 minutos, Pablo fez grande jogada pela direita, cruzou e Jean Carlos, livre, chutou e Rafael Dumas salvou em cima da linha. O Brasil de Pelotas aumentou a pressão nos minutos finais, mas não conseguia furar a boa postura defensiva do time coxa-branca.

Com Iago Dias na vaga de Bruno Moraes, o Coritiba ganhou mais velocidade para puxar os contra-ataques. O segundo gol, no entanto, quase saiu em uma bola parada. Aos 38, Jean Carlos cobrou falta, a defesa afastou mal e Pablo, no rebote, tentou de voleio, mas mandou por cima. A resposta dos gaúchos veio dois minutos depois. Léo Bahia cruzou e Luiz Eduardo mandou para fora. O Verdão, então, conseguiu se segurar nos minutos finais e garantiu três pontos importantes para a sequência da Série B.

SÉRIE B
2° Turno – 24ª Rodada

Brasil-RS 0x1 Coritiba

Brasil-RS
Marcelo Pitol; Leandro Camilo, Nirley (Tiago Cametá) e Rafael Dumas; Éder Sciola, Gilson (Diego Miranda), Leandro Leite, Pereira e Alex Ruan; Léo Bahia e Lourency (Luiz Eduardo).
Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Coritiba
Wilson; Vinicius Kiss, Thalisson Kelven, Rafael Lima e William Matheus; Vitor Carvalho, Simião (Uilliam Correia) e Jean Carlos; Pablo, Guilherme Parede (Guilherme) e Bruno Moraes (Iago Dias).
Técnico: Tcheco

Local: Estádio Bento Freitas (Pelotas – RS)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Cleriston Cley Barreto Rios (SE) e Rogério de Oliveira Braga (PI)
Gol: Guilherme Parede, 19 do 1º
Cartões amarelos: Leandro Leite, Leandro Camilo, Marcelo Pitol (BRA); Pablo (COR)
Público pagante: 3.352
Público total: 3.875
Renda: R$ 56.070,00

Postar um comentário

Atividade Esporte News
Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente,opine,se expresse! este espaço é seu!

 
Back To Top