Eduardo Baptista não é mais técnico do Coritiba

Presidente Samir Namur também demitiu o treinador, o auxiliar e a equipe de gestão do futebol. Comunicado foi feito pelo site do clube e dirigente só vai falar na segunda-feira

 Foto: Marcelo Andrade
O Sampaio Corrêa parece ser o carrasco dos treinadores do Coritiba nesta Série B. Depois de empatar em 0x0 contra a equipe do Maranhão no Couto Pereira, na noite desta sexta-feira (10), Eduardo Baptista foi demitido. Por coincidência, foi após uma derrota por 2×0 contra o mesmo adversário, no primeiro turno, que o ex-técnico Sandro Forner também foi parar na guilhotina.

A situação de Baptista já tinha se complicado na última rodada e ficou insustentável após a sequência de três empates, uma derrota e apenas uma vitória. Os resultados adversos, a falta de padrão de jogo e o afastamento da zona do acesso, foram decisivas pra saída do treinador. Em 18 jogos, o time conquistou seis vitórias, oito empates e quatro derrotas sob o comando do treinador, em quase quatro meses de trabalho.

O gerente de futebol Pereira e o diretor de futebol Augusto Oliveira também estão fora do jogo, assim como o auxiliar técnico Gustavo Bueno. Tcheco e Márcio Goiano passam a comandar o time interinamente. O presidente Samir Namur só vai falar sobre as mudanças na próxima segunda-feira (13).

Bastidores
As demissões do técnico Eduardo Baptista e dos dirigentes responsáveis pelo departamento de futebol do Coritiba aconteceram somente três dias depois de Pereira e Augusto de Oliveira concederem uma entrevista coletiva sobre o balanço do time coxa-branca no primeiro turno da Série B. Na ocasião, ambos, representando a diretoria alviverde, elogiaram o trabalho do então treinador. Assim, isso prova o quão está desnorteado o presidente Samir Namur, que terá que, agora, corrigir a rota e tentar mudar o rumo do Verdão na segunda divisão.

O Coritiba, durante a Série B do Campeonato Brasileiro, até conseguiu bons resultados, especialmente dentro de casa, mas sem conseguir apresentar um grande futebol. Aliás, as vitórias no Couto Pereira é que ainda sustentavam o técnico Eduardo Baptista no comando, já que por conta dessa pontuação somada diante do torcedor coxa-branca, o clube seguiu brigando na parte de cima da classificação.

No entanto, recentemente, o Coritiba não conseguia sequer vencer dentro do Couto Pereira. O empate sem gols diante do Sampaio Corrêa foi o terceiro seguido dentro de casa na Série B. Antes, o time coxa-branca já havia empatado com o São Bento em 2×2 e diante da Ponte Preta em 0x0.

A missão do presidente Samir Namur e dos membros do G5 é agora de corrigir a rota e fazer o Coritiba brigar definitivamente pelo acesso. Em um primeiro momento, Tcheco, auxiliar técnico da comissão permanente do clube, assume a equipe. No entanto, nos bastidores, a diretoria coxa-branca vai trabalhar para encontrar um novo comandante para a sequência do clube na Série B. Nomes como dos técnicos Claudinei Oliveira e Vagner Mancini começam a ser especulados nos bastidores.
Tecnologia do Blogger.