Feijão vence Future italiano e volta a conquistar título após dois anos

Feijão não era campeão no circuito desde 2016 (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Depois de dois anos, João Souza, o Feijão, voltou a levantar uma taça no circuito mundial do tênis. Neste sábado, em duelo de sul-americanos na final do Future de Bolzano, na Itália, o brasileiro venceu o argentino Tomas Etcheverry, de apenas 19 anos e 846º do ranking, por 2 sets a 0, com parciais 7/6 (7-3) e 6/4, após 2h04 de confronto.

Este é o sexto título de future de Feijão – o último deles havia sido em 2008, em Bauru. Desde então até 2017, o paulista não disputou mais torneios future. Além disso, o tenista não sagrava-se campeão no circuito desde agosto de 2016, quando faturou o Challenger de Fano, também na Itália. Nos últimos dez anos, o paulista somou nove títulos de challenger, além de 27 jogos na elite, tendo chegado a três semifinais de ATP.

Aos 30 anos, busca recuperar posições no ranking. Ele chegou a ser o nº 69 do mundo em 2015, sua melhor colocação na carreira, antes de cair para 386º em julho deste ano, atingindo sua pior colocação desde 2007. Hoje, ele é o número 365 do mundo e é o sexto brasileiro mais bem colocado.

O título no saibro italiano vale 27 pontos no ranking. No entanto, o paulista terá 40 pontos a descontar na próxima segunda-feira, referentes à semifinal de challenger na cidade italiana de Biella no ano passado.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.