Furacão goleia Peñarol e avança às oitavas da Sul-americana

Foto:AFP / MIGUEL ROJO
O Atlético Paranaense atropelou o Peñarol por 4 a 1 em Montevidéu, nesta terça-feira, e garantiu a classificação para enfrentar o Caracas venezuelano nas oitavas de final da Copa Sul-americana.

Léo Pereira (6 minutos, 1º tempo), Marcinho (6, 2º), Nikão (22º, 2º) e Bruno Guimarães (46, 2º) fizeram os gols da vitória do Furacão, enquanto Cristian Rodríguez fez o gol de honra dos uruguaios aos 16 da segunda etapa.

O time paranaense terminou a eliminatória com 6-1 no placar agregado e se garantiu entre os 16 melhores times da competição. O primeiro jogo contra o Caracas será na Arena da Baixada, mas a Conmebol ainda não revelou as datas dos confrontos.

Precisando reverter derrota por 2 a 0 no jogo de ida, o Peñarol começou a partida pressionando o time paranaense. Mas logo no início o Furacão conseguiu o que queria para ampliar a vantagem e pressionar ainda mais o time uruguaio.

Aos 6 minutos, em cobrança de falta de Raphael Veiga pelo lado esquerdo, Léo Pereira se livrou da marcação para tocar de pé esquerdo no canto do goleiro e abrir o placar para o Atlético.

Depois de ampliar o prejuízo uruguaio, a equipe brasileira demonstrou tranquilidade para administrar o jogo e não sofrer muito na defesa. Quando não conseguia frear o avanço adversário, Santos fazia defesas importantes, como no voo para buscar cabeçada de Estoyanoff no canto direito aos 34 minutos.

- Goleada -

Na volta do intervalo, o jogo repetiu seu roteiro. Desta vez, em vez da bola parada, a equipe trocou passes no campo de ataque e Pablo deu passe açucarado para Marcinho. O atacante invadiu a área e tocou por debaixo das pernas do goleiro Dawson para ampliar o placar, aos 6 minutos.

Com o placar agregado de 4 a 0 e dois gols fora de casa, o Atlético estava com a vaga garantida. A equipe não diminuiu o ritmo, mas acabou levando um gol aos 16 minutos após Cristian Rodríguez aproveitar rebote na área para emendar um belo chute e estufar as redes de Santos.

Mas a equipe brasileira continuou soberana em Montevidéu, marcando o terceiro gol após jogada pelo lado direito. Marcinho cruzou rasteiro, Pablo ajeitou e Nikão bateu forte para marcar o terceiro do Atlético, aos 22 minutos.

O Furacão ainda teve tempo de transformar a vitória em goleada no final da partida, aos 46 minutos, quando Bruno Guimarães aproveitou sobra em chute de Marcinho para mandar para o fundo das redes e fechar o placar.

* AFP
Tecnologia do Blogger.