Lewis Hamilton afirma que vaias na Alemanha o incentivaram a vencer

(Foto: Andrej Isakovic/AFP)
Além de ter enfrentado um problema mecânico que o fez largar na 14ª posição do grid, Lewis Hamilton encontrou as vaias no GP da Alemanha. Apesar disso, o piloto da Mercedes venceu a corrida e superou Sebastian Vettel, que contava com o apoio da torcida de seu país natal. O britânico revelou que se motivou com as vaias que recebeu.

“Houve muita negatividade antes da corrida. Acho que quando você vem para a Inglaterra, não me lembro de nenhum dos fãs vaiarem. Nós temos um bom grupo de fãs na Inglaterra. E quando cheguei aqui, havia muita vaia. O estranho é que eu fiquei muito feliz com isso. Isso foi incomum. É estranho que eu ainda esteja feliz”, declarou o atual campeão mundial.

“Foi porque eu continuei vendo algumas bandeiras britânicas entre cem ou mil (outras). Era um mar de vermelho e então você tem uma bandeira britânica. Então você tem pessoas do México, pessoas da Inglaterra, você tem pessoas que eu acho da Nigéria ou em algum lugar na África com camisas Hamilton – o nome Hamilton, em pé no meio do vermelho. E isso foi tão positivo para mim. É por isso que eu disse no final que o amor conquista tudo”, completou Lewis Hamilton.

O piloto britânico lidera o Mundial de Pilotos com 213 pontos e cinco vitórias na temporada, levando a melhor sobre Vettel, que está com 189 pontos, na disputa para ver quem se torna pentacampeão mundial antes. No Mundial de Construtores, a Mercedes tem 345 pontos contra 335 da Ferrari.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.