Porto vence Aves e conquista sua 21ª Supercopa Portuguesa

 (Foto: Francisco Leong/AFP)
O Porto conquistou o seu 21º título da Supercopa de Portugal ao bater o Aves de virada neste sábado. Os azuis e brancos, que não disputava o torneio desde 2012/13, venceram a partida por 3 a 1, no Estádio Municipal de Aveiro. Claudio Falcão abriu o placar. Brahimi, Maxi Pereira e Corona marcaram os gols do triunfo.

O Dragão começou melhor a partida e criou sua primeira oportunidade aos cinco minutos do primeiro tempo. André Pereira arrancou pela esquerda e deu assistência para o atacante Aboubakar, que finalizou de primeira e parou em Beunardeau.

Apesar do time de Sérgio Conceição ter dado o primeiro susto no adversário, foi o Aves quem inaugurou o placar. Depois de jogada pela direita e o cruzamento ser cortado, Cláudio Falcão mandou uma bomba da entrada da área e a bola foi no canto direito do gol defendido por Iker Casillas. O jogo estava 1 a 0 aos 14 minutos.

Os atuais campeões portugueses conseguiram chegar ao gol da igualdade aos 25 minutos. No lance, Brahimi recebeu a bola de costas para o gol no lado esquerdo da intermediária, conseguiu sair da marcação e tabelou com Aboubakar. O camisa 8 recebeu a bola já dentro da área e bateu na saída do goleiro adversário.

A resposta do time de José Mota veio aos 32. Após cruzamento de Rodrigo, Vítor Gomes cabeceou na pequena área e Casillas fez uma grande defesa. Já aos 41, Vítor Gomes viu Nildo livre na esquerda e fez o passe. O brasileiro arrematou e mandou a bola perto da trave.

Aos 45 minutos, o Porto teve a última grande oportunidade da primeira etapa. Depois de escanteio, André Pereira ficou com a bola na área, tirou a marcação e cruzou. Diogo Leite desviou, Felipe tentou completar, mas a bola ficou com Beunardeau.

O Dragão voltou com atitude para a segunda etapa e fizeram o arqueiro adversário trabalhar aos dez minutos. O brasileiro Otávio fez uma boa finalização após pegar a sobra e Beunardeau voltou a defender.

O gol da vitória saiu aos 22 minutos. Sergio Oliveira recebeu a bola na entrada da área e tocou para Otávio, que entrou com velocidade pelo lado direito. O brasileiro viu Maxi Pereira passar e tocou para o uruguaio bater cruzado quase na linha de fundo.

O Porto marcou o seu terceiro gol aos 40 minutos, quando já tinha tirado alguns de seus principais jogadores. Jesus Corona mandou um belo chute sem chances para o goleiro adversário após receber passe de Oliver Torres.


Fonte:Gazeta Esportiva
Tecnologia do Blogger.